in

Tente não chorar ao ver este menino receber o melhor presente da sua vida: uma família

No Natal passado, um menino de Ohio recebeu um presente maravilhoso da sua família adotiva, que mudou a sua vida. Apesar da tenra idade, as circunstâncias estavam longe de ser fáceis para Carter Wyles, de 11 anos.

Ele vivia num lar problemático em Lancaster, Ohio, e foi transferido de centro de acolhimento para outro durante maior parte da sua vida.

Ciente de que as coisas não estavam a correr tão bem em casa da sua família biológica, a tia de Carter, Leah Kiphart, convidou-o para passar as férias com a sua família.

Na manhã de Natal, Carter estava sentado no chão da casa de Leah, cercado por papel de embrulho e os seus presentes recentemente abertos, que incluíam brinquedos, roupas e auscultadores. Guardando o melhor para o final, Leah aproximou-se de Carter e ofereceu-lhe outro presente para desembrulhar, dizendo: “Este é para ti. É de todos nós. OK? Todos nós”.

A família adotiva observou atentamente enquanto Carter desembrulhava o seu último presente. Depois de retirar alguns pedaços de papel colorido da caixa, o conteúdo foi finalmente revelado – uma fotografia de família emoldurada dos Kipharts.

Anexada à moldura da imagem, havia um bilhete e Carter começou a lê-lo em voz alta:

“Carter, aqui está a fotografia mais recente da nossa família. Todos nós gostaríamos que estivesses presente na próxima fotografia e fizesses parte da nossa família. Carter, gostarias de ser um Kiphart e ser nosso filho e irmão?”

Enquanto lia a última parte, o rosto de Carter começou a ceder e a sua voz ficou quase inaudível em frente à sua família adotiva, quando ele começou a entender o que estava a acontecer.

“O que achas, amigo? Vamos adotar-te, Carter”, disse o marido de Leah. Não conseguindo parar de chorar de alegria, Carter acenava com a cabeça e só dizia à sua nova família: “Quero sim, muito obrigado”.

Toda a sala estava cheia de emoção, quando Leah envolveu Carter num abraço longo e apertado. O menino foi dominado pela felicidade e pelo alívio, sabendo que finalmente tinha encontrado uma família permanente com quem viver, depois de anos a viver em condições inseguras e sem amor. Os dias de lidar constantemente com lares adotivos instáveis ​​tinham chegado ao fim para Carter.

Segundo Leah, o prazo de adoção de Carter estava prestes a mudar e estranhos passariam a poder adotá-lo. Quando ela percebeu que aquela poderia ser a última vez que via o sobrinho, Leah tomou a decisão de oficialmente fazer dele parte da família, adotando-o. A adição de Carter na casa de Kiphart fez deles uma família de oito.

“Muitas pessoas falam sobre a sorte que ele tem. Temos a mesma sorte de poder fazer com que ele se junte à nossa família. Não foi planeado. Debatemos com os nossos outros filhos no domingo à noite e partilhámos com ele a novidade na segunda-feira de manhã. Somos abençoados por tê-lo como parte da nossa família. Ele é um bom menino”, disse Leah.

A história de Carter chamou muita atenção online e ele diz que isso o faz sentir-se bem e espera que outras pessoas possam desfrutar da mesma felicidade.

Assista ao vídeo emocionante abaixo e PARTILHE!

Este canalizador arranjou a caldeira de uma mulher de 91 anos com doença terminal e cobrou-lhe $0

Colegas oferecem vestuário a aluno que sofria bullying por andar sempre com a mesma roupa