Mãe dá à luz gémeas prematuramente – aos 30 minutos, o médico entra e diz: “Sinto muito”

Esta é a história de Nicola e Todd Bailey, um casal que ficou muito feliz quando soube que ia ter gémeas. O casal já era pai de Lucas, um menino de 4 anos, que também ficou entusiasmado com a notícia.

“Eu tive uma sensação estranha quando vi que estava a engordar muito mais rápido do que na minha gravidez anterior”, conta Nicola, que também sentiu mais náuseas e mau estar do que da outra vez.

Então, tudo foi explicado quando soube que ia ter gémeas. A julgar pelos ultrassons, parecia estar tudo a correr bem durante a gravidez.

Quando chegou às 32 semanas, Nicola entrou em trabalho de parto, mas os médicos conseguiram parar as contrações durante uma semana. No final dessa semana, Harper e Quinn nasceram.

“Assim que as vi, o meu coração derreteu. Eram ambas lindas”, conta Nicola. Sendo prematuras, iriam precisar de cuidados especiais, mas apenas 30 minutos depois do nascimento das pequenas, o médico disse: “sinto muito”, pois suspeitava que Harper tinha síndrome de Down.

Posteriormente, as análises feitas confirmaram o diagnóstico, mas isso não desanimou o casal. “A nossa família é perfeita e eu não a trocaria por nada no mundo”, diz Nicola.

“A Harper é a Harper e a Quinn é a Quinn. Elas não são a mesma pessoa e eu tento não as comparar, mesmo que seja difícil”, explica Nicola, enfermeira de 32 anos que se tem dedicado a consciencializar as pessoas sobre a síndrome de Down.

Embora Harper seja um pouco diferente, Nicola diz que o médico não precisava de se lamentar, porque ela é perfeita assim mesmo, tal como a irmã.

A Semelhança Entre Pais E Filhos Consegue Ser Assustadora, Estas 30 Fotos Provam Isso!

Aluno fica com a mão do professor marcada no seu rosto