Duas décadas após adoção deste bebé, a mãe da namorada repara em fotografia que a deixa gelada

Quando Darla Allgood, de 17 anos, descobriu que estava grávida, a sua vida mudou num instante. “Eu estava com medo, assustada, imatura”, conta ela sobre quando descobriu a notícia. Como abortar simplesmente não era uma opção, Darla sabia que se iria deparar com a decisão mais difícil da sua vida. Quando ela finalmente deu à luz, chegou a hora de dizer adeus ao filho que ela nunca seria capaz de criar.

A mãe biológica não pôde separar-se sem um adeus adequado. “Eu quero dizer-lhe que eu o amo, não posso criá-lo, mas isso é o melhor para ele”, diz ela do momento doloroso após o seu nascimento. Ela contou isso à sua enfermeira de plantão, Danella Walters, que foi colocada numa posição muito difícil. Danella sabia que essa decisão arriscada poderia custar-lhe o emprego, mas sem hesitar levou o bebé de volta para a mãe e o colocou-o nos seus braços.

“Eu segurei-a enquanto ela segurava o bebé, e durante o tempo todo ela chorou, eu chorei”, recorda a enfermeira. Incapaz de tirar esse bebé da cabeça, Danella continuou sua a vida durante as duas décadas que se seguiram, sem saber que os seus caminhos estavam prestes a cruzar-se novamente.

O que aconteceu depois deixou ambas as famílias abaladas, tratando-se de uma incrível coincidência que reuniu muitos estranhos perdidos através do que só poderia ser descrito como um milagre.

Veja como esta história inacreditável termina no vídeo abaixo – é verdadeiramente arrepiante.

Jovem Com Deficiência Está a Encantar As Redes Sociais Com a Sua Voz Angelical

O que vê na imagem? A sua resposta revela a sua natureza psicológica