in

Conheça o mergulhador que sacrificou a sua vida para resgatar as crianças presas na gruta da Tailândia

Recentemente, o mundo parou para acompanhar o caso das 12 crianças que ficaram presas na gruta da Tailândia juntamente o seu treinador.

Esta terça-feira, todos vibraram com o sucesso que foi o resgate dos 13 com vida, após duas semanas isolados na gruta Tham Luang.

Entre as dezenas de homem que participaram na missão complexa, Saman Kunan, um mergulhador de 38 anos, destacou-se pelo seu heroísmo.

Infelizmente, no dia 7 de julho, Saman acabou por perder a vida para ser possível salvar o grupo.

Após entregar suprimentos às crianças e ao treinador, o mergulhador ficou sem oxigénio na garrafa de ar enquanto voltava. “A sua missão era entregar oxigénio, ele não tinha o suficiente para fazer o caminho de regresso”, explica um dos porta-vozes do caso.

Saman tinha bastante experiência, sendo um ex-soldado da Royal Thai Navy, uma equipa muito importante para o resgate.

Sendo ex-soldado, Saman ofereceu-se para tentar salvar a equipa, e embora tenha conseguido realizar o desejo de ajudar, isso acabou por lhe custar a vida.

Atualmente, é considerado um herói, razão pela qual Maha Vajiralongkorn, rei da Tailândia, resolveu fazer um gesto lindíssimo: pagar os custos do funeral de Saman, que se vai dar na sua cidade natal, Roi Et. PARTILHE!

10 casas estranhas mas belas, profundamente escondidas e camufladas

Avó fica arrepiada quando neta não falante grita e aponta para a porta, apercebendo-se de algo que faz o seu coração bater mais rápido