in

“Nunca me deixou faltar um lápis” – jovem conclui faculdade e dedica conquista à mãe, auxiliar de limpeza

Esta é a história de Lorenzo Menezes, um jovem que se licenciou em Administração no final de novembro, pela Faculdade Anísio Teixeira.

Embora passasse dificuldades, Lorenzo pôde sempre contar com o apoio da mãe, auxiliar de limpeza em Feira de Santana, na Bahia.

Depois da cerimónia de formatura, o jovem fez questão de homenagear a mãe, dona Edivan, pela sua persistência:

“Esta mulher ao meu lado na fotografia é a minha mãe. Sim, é a mesma pessoa. A minha mãe é auxiliar de limpeza, profissão mais conhecida como “gari”. Esta mulher nunca me deixou faltar um lápis. Nem uma borracha, nem um caderno para eu estudar. Todos os anos, lembro-me de como era a correria da minha mãe para não perder a mossa data de matrícula, comprar os materiais escolares, o uniforme e guiar-nos sempre para o melhor caminho.”

Lorenzo tinha o sonho de entrar na faculdade, mas sabia que havia muita concorrência nas universidades públicas, por isso decidiu fazer um curso pré-vestibular, para ter mais hipóteses de conseguir vaga.

Infelizmente, o dinheiro ainda era um impedimento. “Foi aí que surgiu a ideia de vender trufas para pagar a mensalidade. Conversei com a minha mãe, tive todo o apoio do mundo e corri atrás! Lá estava eu, a terminar o último ano do secundário, a ir para o curso de tarde e noite, a esforçar-se para valorizar todo o esforço que esta mulher fez por mim”, conta Lorenzo.

Tanto a mãe do jovem como o próprio estão muito orgulhosos da sua dedicação e esforço, que valeram a Lorenzo uma bolsa integral na faculdade.

“É inexplicável a emoção que sentimos quando um objetivo é alcançado. Só tenho a agradecer e bradar júbilos de glória por esta vitória! É emocionante poder gritar: eu consegui! Não desistam dos vossos sonhos, todos nós somos capazes de realizá-los”, concluiu Lorenzo.

PARTILHE!

Falar sozinho não o torna louco, mas sim um génio

Um menino de 4 anos ficou míope porque a sua avó deixava que ele brincasse com o telemóvel várias horas todos os dias