Menina vê mendigo a chorar e conversa com ele de coração aberto

Esta é a história de Kenyatta Lewis de Norfolk, na Virgínia, EUA, mãe de uma pequena de 6 anos.

A filha de Kenyatta distingue-se das outras crianças por se preocupar com os mais necessitados e querer combater as injustiças.

Atualmente, vivemos numa sociedade de muita indiferença, por isso é sempre bom ver que há crianças com valores tão puros, pois elas serão os adultos do futuro.

Há pouco tempo, quando a menina viu um sem-abrigo, ela resolveu fazer algo que deixou a mãe cheia de orgulho.

Aqui fica o testemunho de Kenyatta:

“Depois de sair de uma loja hoje, a minha filha fez algo que realmente me fez parar e refletir. Havia um homem sentado, a chorar, e ela perguntou-me: “Viste aquele homem a chorar? O que há de errado com ele?”.

Eu disse que sim, mas não tinha a certeza, talvez ele estivesse só triste. Ela disse: “Talvez ele esteja com calor e com sede”, então foi até ele e disse: “Olá senhor, está um lindo dia e não está a chover, você está com calor? O chão está sujo, porque não vai para casa?”.

Ele disse que não tinha casa, mas que ficaria bem. Ela olhou para ele com o olhar mais triste e disse: “Então, isso quer dizer que você é sem-abrigo. Você não tem comida porque não tem frigorífico”. Ela deu-lhe alguns dólares que tinha na sua bolsa, entregou-lhe a sua bebida e disse: “Por favor, vá comer. Isso deixar-me-ia feliz. Eu gosto de McDonald’s, você deveria ir lá”.

Eu conseguia ver que ela tinha feito o dia dele. Por cima de tudo, outras duas pessoas vieram e deram-lhe dinheiro também. Nós tivemos uma breve conversa e ele explicou que o seu trailer ardeu e ele perdeu tudo, inclusive a sua esposa. Eu senti muito por ele. Aquilo aqueceu-me o coração. Uma menina de 6 anos a dar o exemplo hoje de manhã. MARAVILHOSO! As crianças não veem cores e é exatamente assim que deveria ser. Não é só uma afirmação dizer que as crianças são o nosso futuro, essa é a REALIDADE. Isto dá-me um pouco mais de esperanças para o nosso mundo.” PARTILHE!

Adolescente abandonado pelos “amigos” na gala de finalistas ri por último quando a mãe secretamente planeia a melhor vingança

Menino é intimidado por ter pernas deformadas “como um flamingo”