Mãe ouve enfermeira e médico gritar durante a cesariana enquanto lhe entregam o maior bebé que já viram

Quando Chrissy e Larry Corbitt descobriram que estavam à espera de um bebé, ficaram muito felizes! Com quatro filhos mais velhos, o pensamento de adicionar outro membro à família Corbitt era demasiado entusiasmante para suportar. Mas, com o passar dos meses, o estômago de Chrissy expandiu-se mais do que com qualquer outra gravidez. Eles iriam ter gémeos? Algo tinha dado seriamente errado?

Apesar das suas preocupações, apenas um bebé estava presente durante cada ultrassom e todos os sinais apontavam para uma gravidez saudável. Os médicos concluíram que o seu estômago enorme significava que a criança que Chrissy estava a carregar ia ser enorme!

Felizmente, o resto da gravidez de Chrissy continuou sem problemas e ela deu à luz através da cesariana. Mas no momento em que Chrissy olhou para a sua filha, viu algo chocante. Em vez de um recém-nascido grande como ela esperava, um bebé semelhante a uma criança olhou para ela.

“Quando eles a seguraram para mim, eu simplesmente não podia acreditar em quão grande ela era. Eu senti como se estivesse olhar para uma criança. Oh meu Deus, ela vai caminhar até a creche”, conta Chrissy.

Assim que as enfermeiras limparam Carleigh e procuraram por problemas de saúde imediatos, elas correram para a balança. Este bebé foi um dos maiores que já viram – e pelo tamanho do estômago de Chrissy antes, era seguro assumir que ela pesava mais de 4,5kg. Com certeza, 6kg foi o número que apareceu na tela da balança. Que grande recém-nascido!

As enfermeiras não conseguiam que as fraldas típicas dos recém-nascidos se ajustassem, e tiveram que subir vários tamanhos para encontrar uma fralda que funcionasse. Quando os pais trouxeram Carleigh para casa, tiveram que deixar de lado as roupas de recém-nascidos e comprar vestuário para uma criança de 9 meses.

Saiba mais sobre o nascimento de Carleigh no vídeo e PARTILHE!

Casal tem 3 pares de gémeos com menos de 5 anos, mas essa nem é a parte louca

Idoso perde dinheiro e não consegue comprar mantimentos até uma criança o ajudar