Adolescente passa o aniversário sozinha porque ninguém vai à sua festa e mãe partilha fotografia de partir o coração

Em 2015, Allyson Seel-Sorenson organizou uma festa para o 18º aniversário da filha, Hallee. Allyson planeou um dia divertido com bolos e bowling e enviou convites a todos os colegas de turma de Hallee.

Mas quando a tia de Hallee pediu para ver as fotografias da festa, Allyson só tinha uma fotografia para – e era a última imagem que a sua tia esperava ver.

A imagem mostrava Hallee sentada na mesa a comer o seu bolo de aniversário, a usar um chapéu de festa… sozinha. Nenhum convidado apareceu.

Entretanto, um ano passou e à medida que o 19º aniversário da Hallee se aproximava, a sua prima Rebecca publicou a fotografia dolorosa no Facebook e pediu algo simples à comunidade online: que ajudassem a alegrar o aniversário de 19 anos da Hallee enviando cartões e bons desejos.

 

Então, o simples pedido transformou-se num movimento viral de boa-fé, pois pessoas de todo o país inundaram a caixa de correio dos Sorenson com cartões, presentes e mensagens de amor e apoio.

“Os meus favoritos foram os desenhos que as pessoas pediram aos filhos para desenhar para a Hallee, os grupos de desenhos de salas de aula inteiras enviadas por professores e cartões assinados por todos os residentes em lares de idosos”, disse Allyson.

Esta experiência provou que há pessoas boas que querem ajudar os outros e mostrar-lhes que não estão sozinhos, o que significou muito para esta família.

“Uma mulher tricotou um afegão para a Hallee com as suas cores favoritas (rosa e roxo) e enviou-o da Califórnia, assinando o bilhete da seguinte forma: Com amor, da sua avó adotiva da Califórnia. Eu recebi cartas e presentes para a Hallee de grupos de apoio de Trump, grupos de apoio de Hillary… de todo o tipo de grupos. A política não importa quando vemos uma criança a sofrer. Todos queremos ajudar”, conta a mãe de Hallee.

Incrivelmente, os presentes continuaram a chegar em massa – até ao ponto em que Hallee e a sua família já se dão muito bem com os trabalhadores dos correios.

Outra família cujo filho competiu e ganhou uma medalha de bronze nas Olimpíadas Especiais fez questão de a dar a Hallee, juntamente com a sua própria T-shirt das Olimpíadas Especiais e uma medalha de honra de ouro.

Até mesmo os polícias se juntaram para desejar a Hallee um feliz aniversário, e Allyson diz que Hallee percebe o movimento.

“Mesmo tendo a funcionalidade de uma pessoa muito mais nova, ela vê o seu nome em todas as cartas e diz: sou eu! São todos Hallee… Oh, obrigado! ‘”, diz a mãe.

Agora, dezenas de milhares de pessoas estão a seguir as atualizações de Hallee no Facebook.

Uma história que merece ser partilhada!

Mulher capta foto de família desconhecida – mas um pormenor nessa imagem causou-lhe calafrios

Mãe abandona filha de um Mês, o pai então escreveu esta carta no seu Facebook…