in

Esta antiga técnica chinesa baixa a pressão sanguínea em 5 minutos sem precisar de recorrer a remédios

Muitas pessoas sofrem de hipertensão em algum momento da vida, passando muito tempo a ignorar os sintomas, que podem levar a doenças sérias, possivelmente fatais.

Uma forma de descobrir se sofremos de hipertensão é medindo a nossa pressão arterial com frequência. Se a pressão sanguínea nas artérias estiver elevada, significa que sofremos de hipertensão.

Normalmente, nos adultos, a pressão máxima ideal está nos 115/120 mmHg, e a mínima nos 70/75 mmHg. É quando estes valores estão mais altos que significam hipertensão, e muitas pessoas queixam-se de palpitações e dores de cabeça. Para voltar aos valores normais, é necessário consultar um médico e fazer tratamento.

As pessoas com mais probabilidades de sofrer dessa condição são as fumadoras, as que bebem álcool regularmente, que praticam pouco exercício físico, têm uma má alimentação e/ou obesidade e historial na família.

A pressão arterial alta obriga o coração a trabalhar mais, o que torna o músculo do mesmo mais espesso e rígido, e torna-se mais difícil relaxar.

Algo que pode realmente ajudar é a medicina tradicional chinesa, que defende que existem canais de energia que ligam diferentes partes do corpo, daí ser possível curar muitas condições patológicas sem recorrer a comprimidos.

Para reduzir a pressão sanguínea, há uma técnica que consiste em deslizar as pontas dos dedos numa linha imaginária que liga a parte posterior do lóbulo da orelha à clavícula (pontos 1 e 2 da figura). Posteriormente, deve repetir-se o movimento pelo menos 10 vezes, em casa lado do rosto.

Um outro exercício benéfico consiste numa massagem circular, com as pontas dos dedos, na área em frente aos lóbulos das orelhas, em direção ao nariz. A massagem deve ser feita durante aproximadamente um minuto, com uma pressão muito ligeira.

Também poderá notar melhorias adotando uma dieta saudável, sem excesso de sal, açúcar e álcool, deixando de fumar e praticando mais exercício físico.

Apesar de estas técnicas se mostrarem eficazes em muitos casos, não substituem de forma alguma uma prescrição médica.

PARTILHE!

Bebé é abandonado – o bilhete explica que o pai é uma pessoa perigosa

Bebé nascida 16 semanas prematura que pesava apenas meio quilo acabou de celebrar o primeiro aniversário