Desesperado e com uma filha com fome, ele vendeu canetas até que um estranho tirou uma foto da sua filha e aconteceu ISTO

Esta é a história de Abdul Halim al-Attar, um refugiado sírio que vende canetas pelas ruas de Beirute, no Líbano.

Abdul viu-se obrigado a fugir da Síria devido à guerra, rumo ao Líbano, onde vende canetas para conseguir sustentar-se e à família.

Há pouco tempo, um estranho pediu a Abdul para tirar uma fotografia com ele e a filha, que este carregava às costas enquanto tentava vender as canetas.

A fotografia percorreu o mundo e deixou milhares de pessoas emocionadas, dando origem a uma campanha online de angariação de fundos para Abdul e a sua família, que resultou num tal de $200.000!

Abdul ficou verdadeiramente agradecido, e investiu o dinheiro em várias lojas no Líbano, para as quais contratou outros refugiados sírios em situações precárias. Para além disso, enviou ainda uma parte do dinheiro para amigos e familiares necessitados que ainda se encontram na Síria.

“O dinheiro não me salvou apenas a mim, como mudou também a vida da minha família e das pessoas na Síria que eu ajudei”, conta Abdul.

Uma história inspiradora, que merece ser PARTILHADA!

Esta empregada de mesa era a única que tratava bem o cliente mal disposto. Quando ele morre, ela cai para trás com o seu testamento

Jovem de 15 anos engravida e é julgada por não abortar. Veja como ela decidiu vingar-se anos depois!