Um pequeno bebé de 2 meses é abandonado entre dois túmulos num cemitério

No dia 28 de maio, nas Filipinas, alguns moradores ouviram um choro no cemitério de Quezon, e acabaram por encontrar um bebé de dois meses abandonado entre dois túmulos.

Então, colocaram o bebé num tuk-tuk e levaram-no para o hospital, onde os médicos o examinaram e chegaram à conclusão de que ele tinha sido deixado no cemitério há muitas horas.

O pequeno recebeu todos os cuidados médicos, e encontra-se bem de saúde. Entretanto, o menino chamado Louis foi entregue às autoridades, e a avó dele, Gloria Perez, reconheceu-o e denunciou a própria filha, Lara Sentillas, à polícia, que a prendeu.

“Um vizinho encontrou o bebé depois de o ouvir a chorar, e voltou para pedir ajuda. Um grupo veio buscar o bebé, que tinha sido deixado lá a noite toda. Podia ter acabado pior do que isto. Se ninguém o tivesse ouvido naquela manhã, há um monte de cães vadios e roedores nesse cemitério. Se o bebé tivesse sido ferido ou estivesse doente, ninguém estaria lá para o ajudar, e é realmente graças a Deus que ele está seguro agora”, conta um morador.

Guillermo Eleazar, um dos polícias de Calabarzon, confirmou que a mãe do pequeno era Lara Sentillas, que enfrenta agora sérias acusações de crime por abandono do bebé.

Uma menina de 5 anos fica muda e paralisada durante 12 horas. Os médicos descobrem esta picada na cabeça dela

Mãe escreve carta para os adolescentes que violaram a sua filha