Trigémeas recusam-se a socializar na escola – mas depois, o professor descobre o seu segredo devastador

Esta é a história de Haley, Kassidy e Sierra, trigémeas que entraram na Valley High School, em Las Vegas, sem revelar grande interesse aparente pelos estudos.

Elas eram bastante reservadas, e não socializavam com as pessoas, ficando apenas juntas as três, faltando às aulas muitas vezes e tendo notas baixas.

Contudo, a Valley High School recusou-se a desistir delas e apresentou-as ao programa GEAR UP, integrado na Lei Federal de Educação Superior, que ajuda estudantes com baixos rendimentos a desenvolver habilidades, receber incentivos e preparar-se para ter sucesso na educação pós-secundária.

Com o passar do tempo, as trigémeas iam-se sentindo cada vez mais seguras com a equipa da GEAR UP, e mostraram melhorias substanciais. Após ganharem confiança nas pessoas à sua volta, elas revelaram um segredo horrível: tinham perdido a mãe aos 3 anos de idade, e o pai tinha ido para a prisão quando estavam no 6º ano.

Então, as trigémeas foram morar com a avó, e muitas das vezes passavam fome. Uma vez que a senhora não acreditava na escola, as meninas não frequentaram aulas até ter 8 anos de idade.

Quando o pai finalmente saiu da prisão, elas voltaram para ele, mas ele deixava-as sozinhas durante semanas a fio, e elas acabaram por lhe ser retiradas quando a casa esteve envolvida num tiroteio na sua ausência.

Posteriormente, as jovens foram morar com os avós, pessoas muito negligentes, que não se preocupavam com a sua habitação, comida, roupa ou transporte.

Felizmente, com o auxílio dos professores da GEAR UP, as jovens conseguiram ultrapassar os obstáculos e formar-se com boas notas, e ainda trabalhar simultaneamente.

Esta é a prova de que não há nada que não consigamos alcançar com um pouco de esforço e dedicação, por mais provações por que tenhamos de passar na vida.

Família leva o filho adotivo ao tribunal. Num instante o veredicto do juiz muda a vida dele para sempre

Mãe morre após mordida misteriosa de um bicho comum – agora, a família está a alertar o mundo