Bombeiro que salvou menino de 6 anos aparece no hospital para levá-lo para casa

Devin Patrick Kelley entrou na igreja First Baptist Church of Sutherland Springs no dia 5 de novembro de 2017, e assassinou várias pessoas.

Os habitantes do Texas ficaram chocados com o massacre, mas este ainda podia ter tido proporções maiores se não fosse pelo trabalho dos bombeiros.

Depois de Devin entrar na igreja a disparar descontroladamente, 26 pessoas acabaram por morrer e 20 ficaram feridas.

Rusty Duncan, um bombeiro, foi das primeiras pessoas a chegar ao local e viu um cenário de sangue e desespero horrível.

“Eu estava apenas a procurar por sobreviventes e senti um pequeno puxão na perna. Olhei para baixo e uma pequena mão estava a vir de alguém”, conta Rusty.

A mão era de Ryland Ward, um menino de 6 anos, cuja madrasta, Joann Ward, tinha morrido a protege-lo com o próprio corpo. Infelizmente, o rapaz também tinha perdido as suas adoradas irmãs naquela tragédia.

Contudo, Ryland não tinha escapado ileso, tendo sido atingido por 5 disparos. “O seu braço estava ferido, o seu intestino, a sua bexiga, e muitas outras coisas”, explica Sandra Ward, a avó do pequeno.

O bombeiro não sabia a gravidade das feridas de Ryland, então pegou nele e levou-o de imediato para uma ambulância, que o transportou para o Hospital Universitário de San Antonio.

Ryland ficou no hospital durante dois meses, e pessoas de todo o mundo fizeram questão de lhe enviar cartas de Natal e contribuir para as despesas médicas com milhares de dólares.

Porém, a pessoa que realmente o ajudou a recuperar foi Rusty, o bombeiro que o visitou várias vezes no hospital.

Quando o bombeiro o foi visitar, Ryland estava a ser transportado para a ala infantil do hospital, ligado a diversos monitores. “Perguntei se ele sabia quem eu era”, conta Rusty.

“Eles olharam um para o outro durante o que parecia ser uma eternidade, embora provavelmente tenham sido apenas alguns minutos. Acho que não havia ninguém com os olhos secos no corredor”, conta o tio de Ryland, Earl McMahan, presente no momento do reencontro.

O bombeiro também esteve lá quando o pequeno deixou o hospital, e organizou um passeio especial para sua casa, levando-o num camião de bombeiros acompanhado por mais 100 viaturas!

“Ele é um menino feliz agora. Conseguiu viajar num camião de bombeiros e falar no rádio, e foi capitão por um dia”, disse o chefe do departamento de bombeiros.

Ryland ficou muito contente com todo o apoio, e embora tenha passado por algo traumático, sabe que pode contar com a sua comunidade e o seu amigo para a vida, Rusty.

Noiva vira costas e abandona o noivo no altar. Mas ele não imaginava a surpresa que ela tinha preparado para ele

Quatro irmãos adolescentes abusados sabem que as suas chances de adoção são baixas, até que dois anjos entram nas suas vidas