in

Quando uma pessoa morre, na verdade continua do nosso lado

Mais cedo ou mais tarde, chega o dia em que nos separamos dos nossos entes queridos. Seja um membro da família, um parceiro ou um amigo, quando isso acontece é preciso lidar com sentimentos de vazio, tristeza e solidão.

Porém, perder alguém que se ama não é um verdadeiro adeus, porque de alguma forma, a pessoa fica sempre por perto para guiar o nosso caminho. O amor que une duas pessoas nunca deixa de existir.

A morte não é o fim, mas sim o início de algo mágico e misterioso. Mesmo que já não tenhamos como comunicar ou interagir através dos sentidos, podemos percecionar a presença da pessoa de forma muito mais profunda.

Muitas vezes, esquecemos que aqueles que já não estão no mundo físico não só deixam algo deles em nós, como também levam consigo uma parte nossa.

Assim, as recordações ajudam a reencontrar aquele sorriso, aquele rosto tão amado, aquela voz.

Quem parte deixa uma parte da alma para o outro, de modo que ninguém realmente tenha de sentir o peso de uma separação total. No início é muito difícil aceitar e compreender isso, mas no fim das contas só nos perdemos por um momento.

Por essa razão, enquanto vive, é preciso abrir-se, conhecer o mundo e dar amor ao maior número possível de pessoas, porque é assim que se consegue ganhar a eternidade.

O fim de um caminho é a prova que a magia não abandonou esta dimensão. Pelo contrário, mostra que em tudo há algo sagrado e transcendente. Quem partiu já começou o caminho que está destinado a percorrer, começando primeiro para ter a certeza de que tudo estará pronto para quando chegar a hora de se encontrarem novamente.

Isto pode soar àquele clássico discurso de consolação, uma mera forma de adoçar a inevitável amargura da perda, mas não é. Aqueles que já perderam alguém sabem a sensação de encontrar os seus entes queridos num pensamento, num sonho ou em qualquer momento do dia.

Tudo acaba, mas apenas para recomeçar.

PARTILHE!

“Não perca tempo com o que não importa”: as últimas palavras desta mulher são uma carta de amor à vida

Exigem que o zelador vá limpar a sala de aula, mas quando ele chega é incapaz de parar de chorar