Polícia descobre esquema no qual médicos declaravam bebés como mortos e passavam-nos para traficantes os venderem

Infelizmente, quase todos os dias somos confrontados com realidades chocantes que nos fazem duvidar se ainda há razões para termos esperança na humanidade.

A história que te vamos dar a conhecer hoje é precisamente um desses casos, e teve lugar na Índia.

Aparentemente, a polícia descobriu que em vários hospitais indianos, os médicos declaram os bebés como mortas assim que terminam o parto, quando na verdade estes estão vivos.

Depois disto, os recém-nascidos são retirados aos pais e colocados em quartos separados, sendo posteriormente vendidos a outras famílias.

large_rtr297ok_1479987990

Após darem os bebés como mortos, os pais são impedidos de ver os filhos e estes são logo retirados da sala de parto.

Quando já estão nas mãos dos traficantes, estas crianças acabam por ser vendidas em várias cidades da Índica e até mesmo países como os Estados Unidos e o Reino Unido.

A polícia só descobriu isto depois de analisar algumas reclamações feitas por pais, que recebiam certidões em como os filhos estavam mortos mas estavam proibidos de os ver.

Gosta desta página -->
large_rtr2t1fb_1479987907_725x725

Gosta da nossa página no Facebook

Face a isto, muitos pais recorreram a organizações não-governamentais, e ao verificar que já existia um número suspeito de queixas, a polícia decidiu investigar mais a fundo.

A investigação resultou em 13 pessoas presas por envolvimento no crime e 2 salvamentos de bebés que estavam escondidos num lar de idosos.

É muito importante ter conhecimento desta informação e saber que caso o bebé seja declarado morto, os pais têm todo o direito de ver o corpo do filho.

Partilha!