in

Polícia acelera por entre a comunidade para surpreender mulher que andava 10km até ao trabalho com um carro novo em folha

Esta é a história de Anita Singleton, uma funcionária de caixa que trabalha numa Walmart, que tinha de fazer um grande esforço para chegar ao seu trabalho todos os dias.

Certo dia, por volta das 5h30, um polícia de Sidell chamado Brad Peck estava a regressar a casa do seu turno da noite. Enquanto conduzia por uma estrada escura e estreita, viu uma mulher com um colete da Walmart a andar, e ofereceu-lhe boleia de imediato. Para sua surpresa, aquela era, na verdade, a rotina de Anita.

“Conversámos sobre tudo, desde a nossa fé em Jesus e ética no trabalho, como fui criado, como ela foi criada. Foi muito agradável”, recorda Peck.

Durante mais de uma década, Anita andou 10km diários para chegar ao trabalho. Para conseguir estar lá a tempo, tem de sair de casa às 4h30. Apesar da rotina desafiante que enfrenta todos os dias, ela orgulha-se de ter perdido muito peso com a caminhada e agradece por ter um lugar a que chamar casa. Quando o polícia Brad Peck soube de tudo aquilo, ficou profundamente comovido e decidiu partilhar a história de Anita nas redes sociais:

“Ela disse-me que quando não pode aceitar boleias. Tem que fazer o que tem que fazer. Apertámos a mão e ela entrou no trabalho. Aquele breve momento em que passei algum tempo com ela tornou o meu dia muito melhor. Não acho que ela saiba quanta esperança me deu e a lição de vida valiosa que me ensinou. A Walmart de Slidell parece ter um funcionário bastante íntegro.”

No dia seguinte à publicação, Brad acordou com várias mensagens de pessoas a oferecer ajuda a Anita.

A sua iniciativa de partilhar a história de Anita chegou às notícias da ABC, e também a Matt Bowers, proprietário de uma concessionária Chevy. Tal como Brad, Bowers ficou emocionado com a história de Anita, e decidiu presenteá-la com um carro novinho em folha.

“Eu pensei que seria bom e refrescante fazer algo de bom por alguém. Para além disso, o sul de Louisiana tem um forte sentido de comunidade”, disse Bowers.

Alguns dias depois, Brad foi à Walmart buscar Anita e levou-a para a filial da Chevrolet mais próxima. Ela foi recebida com balões, e foi aí que teve uma ideia do que estava a acontecer. É possível ver a descrença no rosto dela, e depois o choque.

Anita teve a oportunidade de escolher o seu carro novo, e entre um Traverse bordô e um Captiva branco, escolheu o último.

“Eu disse-lhe que muitas pessoas usariam a sua situação anterior como muleta ou desculpa para não ir trabalhar. Mas ela nunca perdeu um dia”, explicou Brad.

Veja a reação atordoada de Anita quando soube da surpresa no vídeo abaixo.

Esta mulher decidiu doar um rim ao ex-marido porque não quer que as filhas percam o pai

Uma idosa fica de pé no comboio enquanto jovens ouvem música sentados ao telemóvel