Jovem estava convencida que ia ter um filho, mas depois ouve o que nenhuma mulher quer ouvir

Esta é a história de Kirsty Butler, uma mulher que ficou radiante após descobrir que estava grávida, apesar de ainda ser jovem e, tal como o namorado, não ter grande estabilidade financeira.

Depois de fazer o teste de gravidez, o casal foi ao médico, e os médicos disseram que Kirsty se encontrava na 30ª semana de gravidez, com base no tamanho da barriga.

Porém, ao fazer a ecografia, descobriram que o feto tinha apenas 6 semanas, pelo que a barriga nunca poderia estar tão grande só por causa do bebé.

Então, descobriram que Kirsty tinha um grande cisto a crescer no seu interior, com 30cm de comprimento e 20cm de largura, e este estava a aumentar diariamente, ameaçando a vida de Kirsty e do bebé.

Os médicos aconselharam-na a esperar até à 11ª semana de gravidez para fazer a operação ao cisto, mas na 10ª o coração do bebé deixou de bater, e a operação teve de ser realizada urgentemente.

Depois de ter perdido o bebé e ter removido o cisto, Kirsty passou 6 semanas sob observação no hospital.

Agora, o seu objetivo é alertar todas as mulheres para a importância de ir com frequência ao ginecologista, para que possam evitar situações como a sua.

“Espero que a minha história aumente a consciencialização sobre os cistos e como podem ser perigosos”, diz Kirsty.

Gosto desta publicação -->

PARTILHE, é importante!

Cão olha atentamente para a sua família antes de ir para a cama – quando descobrem o motivo ficam de coração partido

Idosa vive no carro em frente da sua casa – então, os vizinhos percebem porque é que ela se recusa a entrar