in

Mulher descobre que vestido comprado em loja de segunda mão tem uma história incrível

Algumas pessoas adoram procurar artigos de segunda mão que se podem tornar achados valiosos. No entanto, quando Shannon Hiramoto foi a uma loja Salvation Army local em Lihue, Havaí, a única coisa que ela queria encontrar era um mu’umu’u.

A jovem adora usar os tradicionais vestidos havaianos, e frequenta lojas de segunda mão sempre que quer comprar os seus estilos vintage favoritos. Mas o que ela desenterrou numa recente viagem surpreendeu-a totalmente!

Shannon pensou ter encontrado o vestido perfeito e levou-o para casa, mas então reparou na estranha caligrafia na etiqueta.

Às vezes, o universo tem uma forma de nos mostrar a sincronia tão perfeita que não parece real. A magia do mu’umu’u de Shannon começou há décadas, e agora fez um círculo completo incrível.

“Eu vi este muumuu curto lindo e fiquei apaixonada. Quando olhei para a etiqueta, dizia Liberty House, e também tinha escrito à mão o nome Kamei”, conta Shannon.

Acontece que Kamei é o apelido da sua bisavó. Poderia ter sido apenas uma coincidência divertida, mas então surgiu algo na memória de Shannon, que ela tinha esquecido. Uma sensação de “conhecimento” invadiu-a, e na sua mente ela podia ver vividamente a sua bisavó num vestido muito semelhante.

Shannon percorreu todas as fotografias do álbum da família, mas ficou desapontada porque não conseguiu encontrar nada… até que a mãe veio ajudar!

“Eu só sabia que ela sempre gostou de usar muumuus, com tons de rosa, roxo ou vermelho, e essa memória parecia familiar. Algumas noites depois, a minha mãe mandou-me uma fotografia da minha bisavó a usar o vestido! É uma fotografia de corpo inteiro e eu fiquei tão animada”, continua Shannon.

Ela simplesmente não podia acreditar que comprou o mesmo vestido que a sua bisavó usara! Mas essa história ainda tem algumas pontas soltas, que aproximariam ainda mais as duas mulheres, apesar do fato de Kamei já ter falecido.

Acontece que havia mais na imagem do que apenas uma mulher a usar um vestido havaiano tradicional. Embora o fundo mostrasse muito poucos detalhes, Shannon sabia exatamente onde a fotografia foi tirada – em frente à Igreja Unida de Cristo em Hanapepe.

“O que é realmente especial sobre isso é que ela está lá. As suas cinzas, os seus restos estão na parte de trás da igreja, então foi como visitá-la novamente”, explicou Shannon.

Coincidência? Parece mais intervenção divina. Shannon tomou aquilo como uma sugestão para visitar a bisavó novamente, mas depois deu um passo adiante e recriou a fotografia instantânea especial, a usar o mesmo vestido que Kamei no mesmo local que ela.

Após seguir algumas migalhas para uma verdade muito maior, Shannon descobriu um tesouro muito doce! No entanto, desta vez, a valiosa herança de família será passada para a filha.

PARTILHE!

Pai solteiro quer dar o seu filho de 2 anos para adoção para que não guarde rancor dele

Os filhos não precisam de uma mãe perfeita, mas de uma mãe feliz