Motorista vê garoto entrar a chorar no autocarro. Quando ele descobre o motivo, ele não pensou duas vezes e tirou sua luva.

Após cumprir serviço militar no exército, John Lunceford arranjou um emprego como motorista de um autocarro escolar em Kennewick, no Estado de Washington, EUA. As temperaturas naquele local conseguem ser bastante geladas.

6d1bd0c55adfdf14c0f10cecf60214a0-800x567

No pricípio deste Inverno, numa típica manhã gelada, John fez uma paragem para um rapazinho entrar no autocarro, mas viu que algo não estava bem com ele. O menino chorava baixinho e entrou cabisbaixo, de tal forma que quase não era reconhecido pelo motorista. O problema é que ele não tinha luvas nem gorro e estava um frio enorme. John imediatamente retirou as suas luvas e colocou-as na mão do pequenote.

Depois de efectuar a entrega de todas as crianças na escola, John dirigiu-se à loja mais próxima e comprou dez gorros e dez pares de luvas. Regressou à escola e pediu ao director para que encontrasse o menino, para lhe entregar um par de luvas e um gorro.

223f50cffd7a58293fc88edc5301a6f6-800x600

O gesto do motorista deverá ter causado um sentimento profundo de agradecimento do pequenote, que viu que o motorista tinha ficado preocupado com a sua situação. Mas como isso não bastasse John anunciou às crianças que se encontravam na biblioteca que quem não tivesse luvas ou gorro poderia se servir daquelas que ele tinha comprado.

Desconhecendo o porquê do menino não ter luvas, John, disse-lhe “Eu sou avô, sabes? Ninguém quer que uma criança sofra assim.”

Desde então John está preparado para sempre que alguma criança lhe surja na mesma situação lhe possa dar um par de luvas ou um gorro. Dessa forma nenhuma criança mais lhe vai ficar a chorar no seu autocarro neste Inverno gelado. PARTILHE este acto generoso com os seus amigos e familiares.

 

Jovem de 22 anos com síndrome de Down faz história ao concorrer para Miss

Duas mulheres transformaram autocarro num espaço para sem-abrigo, e o resultado é soberbo