Mãe grávida não percebe porque é que o cão não para de ladrar. Não percebe que ele está a tentar salvá-la!

Os cães são seres verdadeiramente surpreendentes – eles são capazes de coisas que os seres humanos nunca conseguiriam. Os cães podem cheirar o interior de um corpo humano, o que significa que sabem quando os seus donos estão doentes. Eles conseguem até cheirar o cancro. Não há limite para o que estes seres fazem pelos seus companheiros amorosos.

Esta cadelinha provou o seu amor pela dona de uma maneira incrível: usou esse incrível sexto sentido para ajudar a mulher a recuperar a sua saúde. Ela seguiu-a de forma obsessiva – nada poderia acalmar este animal de estimação. Nunca adivinhará como ela salvou a vida da sua dona…

Keola é uma cadela americana de raça Akita que vive com os seus donos em Doncaster, South Yorkshire. Ricky e Alhanna Butler cuidam bem dela e tratam-na como parte da família. Recentemente, Keola soube que a sua família ia crescer: a sua dona estava grávida. Keola estava entusiasmada com a nova chegada, mas não conseguiu afastar a sensação de que algo estava errado.

À medida que a gravidez de Alhanna avançava, a futura mamã sentiu uma dor na parte inferior das costas. Ela falou das suas dores de cabeça severas com o seu médico, mas ele descartou-os como efeitos colaterais da sua gravidez. Alhanna voltou para casa, acreditando que o problema era algum tipo de dor crescente por parte do filho em desenvolvimento.

Alhanna pode ter saído convencida, mas Keola sabia melhor. Ela conseguia cheirar algo de errado no corpo da sua dona. Alhanna percebeu que a sua cadela estava estranha, mas não fazia ideia do que significava.

“Quando os médicos me mandaram para casa e disseram que não havia nada de errado, ela simplesmente ficou de olho em mim com tanta atenção que realmente me assustou. Eu publiquei uma fotografia dela a fazer isso no Facebook e fiz a piada sobre o filme Hatchi, onde o cão também faz isso e, de repente, os meus amigos começaram a dizer que eu deveria levá-la a sério”, conta Alhanna.

Com o tempo, a cadela tornou-se cada vez mais nervosa. Ricky e Alhanna definitivamente perceberam que ela estava a tentar dizer-lhes algo. “Ninguém realmente entendeu quão mal eu estava – mas Keola sim. Ela dava-me toques e chorava e eu nunca consegui descobrir porque é que de repente ela começou a fazer isso. Ricky disse que ela estava perturbada sempre que eu ia trabalhar, quando nunca se tinha importado.

Por sorte, Alhanna não ignorou os sinais de alerta de seu cachorro. Ela voltou ao hospital, onde imediatamente foi enviada para os cuidados intensivos. O que os médicos encontraram foi chocante: Alhanna tinha ficado a poucos minutos da morte.

A grávida tinha uma dupla infeção renal que tinha causado as dores intensas nas costas. Para piorar as coisas, Alhanna teve um tipo de infeção rara, e quase não chegava ao hospital a tempo de receber cuidados.

“Por não ser tratado durante tanto tempo, foi um dos piores casos que eles já viram. Além disso, eu tinha um bichinho resistente aos antibióticos que só tinha afetado uma outra pessoa no Reino Unido. Estava a matar-me e os médicos me disseram que, se eu tivesse deixado passar mais tempo, eu teria morrido e o meu filho também”, diz Alhanna.

Keola tinha salvo o dia – e a vida – à dona e ao futuro bebé. Graças à lealdade da cadelinha, Alhanna conseguiu continuar a gravidez com boa saúde. Ela sabe que pode contar com um anjo da guarda: Keola.

Alhanna deu à luz um menino saudável chamado Lincoln, e agora ele e Keola são os melhores amigos.

Esta cadela adorável tem tanto amor no seu coração, e é verdadeiramente emocionante saber que um animal de estimação estima tanto o dono que conseguiu salvar a sua vida.

PARTILHE!

A mãe dela ficou de coração partido quando viu a filha pedir no Facebook para serem amigos dela

Esposa traz algo especial quando volta da viagem de trabalho