Polícia parte a porta de uma casa e encontra duas meninas na cama com o seu pai falecido

Esta é a história de Chris Daykin, um homem que ficava várias vezes sozinho com as duas filhas, Pearl e Iris, de 4 e 2 anos respetivamente, quando a esposa Helen viajava em trabalho.

Recentemente, Helen teve de viajar, mas as meninas não foram vistas nas aulas. Apesar disso, os professores não ligaram à mãe delas. Porém, a avó ficou intrigada por Chris não atender as suas chamadas e decidiu ir a casa deles.

Quando viu as persianas fechadas, chamou a polícia de Halifax, no Reino Unido, que arrombou a porta da casa e deparou-se com um cenário horrível.

Pear e Iris estavam deitadas ao lado do pai, que tinha morrido na noite anterior, vítima de um ataque cardíaco, tendo apenas sido descoberto às 20h, o que significava que as meninas tinham passado praticamente todo o dia com o pai morto.

Helen ficou desolada por ter perdido o marido e porque as suas meninas ficaram sozinhas com o pai falecido durante muito tempo. Elas passaram todo o dia no último andar, a brincar com os sapatos e a maquilhagem da mãe, sem coragem para descer e deixar o pai sozinho.

Ao ver que não conseguiam acordá-lo, foram à procura de comprimidos e colocaram-nos na boca dela. Entretanto, desistiram e acabaram por deitar-se com ele. Apesar de não perceberem mesmo o que se estava a passar, deve ter sido profundamente aflitivo para elas!

Já passou um ano desde a morte de Chris, e Helen está empenhada em partilhar a sua história para as escolas estarem cada vez mais atentas.

“A escola deve entrar em contacto com os pais quando os alunos não aparecem. Se a mãe ou o pai não respondem, eles deveriam ligar para outra pessoa. Ou, se a escola não pode fazê-lo, os professores devem fazê-lo”, diz Helen.

PARTILHE, é importante!

As melhores 12 pequenas casas que pode comprar na Amazon

A mãe dela ficou de coração partido quando viu a filha pedir no Facebook para serem amigos dela