Polícia liberta criança a gritar dentro de um carro quente enquanto a mãe estava num festival

Na passada segunda-feira, uma mulher deixou o filho de 2 anos no carro em pleno dia de calor, em Rheda Wiedenbrück, na Alemanha, para ir a um festival de verão com um amigo.

Após 30 minutos a chorar no carro a escaldar, o pequeno foi finalmente libertado por um polícia, que tinha recebido uma chamada a avisar do carro.

De acordo com a Universidade da Geórgia, um carro pode aquecer até aos 54ºC em apenas 30 minutos, caso a temperatura do exterior esteja entre os 33 e os 40ºC.

O bebé gritou até ser resgatando pelo polícia, que correu para ele e partiu a janela do carro. Passados 10 minutos, a mãe de 22 anos regressou do festival.

“Estávamos à procura de outra amiga. Levou mais tempo do que esperávamos”, justificou a jovem, que entretanto foi acusada de danos corporais e abuso de menor. Os serviços sociais foram também informados do que aconteceu.

As crianças não se conseguem defender sozinhas, nem têm como sair de um carro sobreaquecido, o que pode mesmo ser fatal.

Felizmente, não aconteceu nada a este bebé, mas nem todos têm a mesma sorte, pois às vezes a ajuda chega demasiado tarde.

É muito importante relembrar: nunca deixe um ser vivo no interior de um carro quente. PARTILHE!

O jovem rasga o seu cartaz, mas o sem-abrigo não tem noção da surpresa que irá receber

Mãe sai da mercearia com os filhos quando se vira e descobre que um desconhecido a seguiu até ao carro