Se costuma comer brócolos, deve saber isto imediatamente!

Os brócolos são um dos alimentos mais benéficos, pois previnem vários tipos de cancro e combatem os níveis elevados de colesterol.

Este vegetal contém fibras, ácidos gordos ómega 3, fitosterol, carotenoides, vitaminas A, B, C, E e K, entre outros nutrientes, contudo, apresentam algumas contraindicações surpreendentes.

De acordo com o médico espanhol David Mariscal, quem sofre de hipotireoidismo, isto é, quando a glândula tiroide apresenta um funcionamento irregular e produz pouca quantidade de hormona tiroideia, deve evitar consumir brócolos.

Para além dos brócolos, outros alimentos crucíferos, tais como a couve-flor, a couve e o repolho devem ser evitados pelas pessoas com hipotireoidismo.

Apesar de o consumo deste alimento ter levado ao desenvolvimento de hipotireoidismo em ratos, uma investigação da Universidade do Estado de Oregon, nos EUA, realizada em pessoas, concluiu que o consumo diário de 150gr de couve-de-Bruxelas (um crucífero) não apresentou efeitos adversos na tiroide.

Outro aspeto negativo dos brócolos é a sua acidez: uma investigação da Universidade de Dundee, no Reino Unido, a acidez dos brócolos assados é semelhante à dos refrigerantes, pelo que pode danificar os dentes. A acidez é menor quando estes são cozidos ou colocados na sopa.

Quem sofre de problemas digestivos e insuficiência renal deve limitar o consumo de brócolos e evitar ingeri-los quando estão crus, sendo recomendado consultar um médico. PARTILHE!

Bebé de pais negros nasce com cabelo loiro

Polícia manda parar esta mãe por excesso de velocidade, mas quando ela repara na mensagem dele no bilhete já é tarde