in

A história de amor deste homem que pedalou da Índia à Suécia pela mulher

Esta é a história de Pradyumna Kumar Mahanandia e Charlotte Von Schedvin, um casal que se conheceu no ano de 1975.

Pradyumna era um estudante de artes indianas de origem humilde, que infelizmente era sofria humilhações e discriminação constante por pertencer a uma das castas sociais mais baixas.

Já Charlotte, era uma jovem da nobreza sueca, que estava de visita à Índia com um grupo de amigos.

A primeira vez que os dois se viram foi na Praça de Nova Déli, quando Charlotte pediu a um artista de rua para fazer o seu retrato.

Nesse mesmo momento, a ligação entre Charlotte e Pradyumna foi imediata, como amor à primeira vista.

Depois de começarem um relacionamento amoroso, Charlotte conheceu os pais de Kumar. O casal viveu um mês de romance inesquecível na Índia, até que Charlotte teve de regressar à Suécia.

Infelizmente, Kumar não pôde ir com ela, porque ainda tinha de acabar os estudos. Contudo, um ano depois, o jovem comprou uma bicicleta com o pouco dinheiro que tinha, e sem hesitar, resolveu ir ter com o seu grande amor, desse por onde desse.

No total, viajou mais de 3.600km a pedalar, tendo atravessado 8 países. Ao fim de 4 meses de viagem, Kumar chegou a Gotemburgo, onde encontrou Charlotte, e pôde finalmente começar uma vida com ela.

Passados dois anos, casaram-se e foram pais de Karle e Emilie, e hoje, continuam tão apaixonados como há 40 anos.

Atualmente, Kumar é um artista renomado na Suécia, e Charlotte trabalha para dar bolsas de estudo culturais a indianos de classes mais baixas.

A linda história de amor deste casal inspirou o livro “The Amazing Story Of The Man Who Cycled From India To Europe For Love” (A Incrível História do Homem que Pedalou da Índia à Europa por Amor), da autoria de Per J. Andersson. Brevemente, o livro terá uma adaptação cinematográfica.

A história do “filho adotivo” de Cristiano Ronaldo, sobrevivente de um tsunami que diminuiu a sua família

Este grupo de idosos comprou um vilarejo abandonado inteiro para passarem a velhice juntos