Menina de 10 anos pinta os ténis da irmã adolescente e deixa uma nota dolorosa junto deles

Emely Cifuentes, uma jovem de 17 anos, tinha um par de ténis que queria que Marely, a irmã de 10 anos, os decorasse, o que a deixou muito feliz pois ela queria ser artista.

Então, Emely deixou os ténis em casa para Marely os pintar, mas infelizmente as coisas não correram bem, pois quando regressou encontrou-os na cama com um bilhete ao lado a explicar porque não tinham sido pintados até ao fim.

“Desculpa se não gostas, tentei o meu melhor. A mãe disse que não gostava deles e isso partiu o meu coração. Eu não preciso que o partas mais. Agora que olho para eles, concordo com ela, não me devias ter deixado fazer isto. Peço imensa desculpa”, escreveu a pequena.

Emely ficou muito triste ao ler aquilo, pois sabia que a irmã se tinha esforçado e custava-lhe que ela sentisse que tinha feito um mau trabalho.

Então, teve a ideia de escrever outra nota e publicar no Twitter em resposta: “estou literalmente a chorar porque os amo tanto, e é uma porcaria o quanto os pais nos afetam ao não serem solidário”.

Depois da publicação, a jovem recebeu muitos comentários positivos e esperançosos. “A Marely e eu estamos extremamente felizes com a reação aos sapatos. É incrível saber que ainda existem muitas pessoas cultas neste mundo. Ela está tão feliz com todas as respostas e está no processo de terminá-los”, informou Emely no Twitter.

Passados três dias, Marely acabou de pintar os ténis da irmã, e Emely publicou uma fotografia sua a segurar neles com um grande sorriso, e um bilhete a agradecer a todos os que as apoiaram.

Apesar de Marely não ter contado com o apoio da mãe, milhares de desconhecidos na internet ajudaram a incentivá-la e isso fez com que ela não desistisse e continuasse.

Esta é a prova que as palavras podem mesmo magoar, principalmente vindas dos pais, e há que ter cuidado com elas.

PARTILHE!

Mulher aproxima o seu carro do McDonald’s, então, a equipa ouve uma criança gritar no banco de trás e age imediatamente

Em 1977, ela salvou um bebé queimado, 38 anos depois, ela vê uma foto no Facebook e congela