Homem reduz cancro em 80% em 3 semanas através de dieta

Esta é a história de Rob Moobery e Amanda Mutchler, um casal que se conheceu em 2011, quando começaram a trabalhar no mesmo bar de um hotel em Las Vegas.

Passado um mês, Rob ganhou coragem para convidar Amanda para sair, e correu tudo tão bem que no espaço de apenas 5 meses os dois mudaram-se para um apartamento.

Tudo parecia estar a correr na perfeição, à exceção das dores de barriga que Rob sentia há algum tempo. Quando estas pioraram, Rob foi a três médicos e nenhum lhe soube explicar a origem das dores.

O tempo ia passando, e as dores estavam a deixá-lo desesperado. Num só ano, Rob perdeu 14kg, e um dos médicos ficou muito preocupado pois nenhum homem saudável perde assim tanto peso inexplicavelmente.

Então, o médico operou Rob e descobriu um tumor do tamanho de um punho no trato intestinal, que conseguiu retirar, e descobriu ainda que o cancro já se tinha espalhado para o fígado e outros órgãos.

Após a cirurgia, o médico informou o casal que o cancro já estava no estádio 4 e o jovem tinha apenas algumas semanas de vida. Ao saber disto, Rob quis aproveitar ao máximo o tempo que lhe restava ao lado de Amanda.

“Numa noite, quando estava ao lado do Rob na cama do hospital, ele virou-se para mim e sussurrou: eu quero-me casar”, conta Amanda, que se tornou mulher dele passados 11 dias, pouco tempo antes de Rob começar os tratamentos de quimioterapia.

Normalmente, a quimioterapia traz efeitos colaterais, mas o corpo de Rob não apresentou grandes reações. Os médicos aconselharam outros tipos de terapia para fazer o tumor encolher, mas eram todos desgastantes para o seu corpo, e Rob acabou por escolher um menos convencional, que acabou por mudar a sua vida.

“Nós mudámos a nossa alimentação e adotámos os dois uma dieta vegan. Experimentámos diversas ervas e usámos até enemas de café”, conta Amanda.

Embora os médicos os tenham chamado de ingénuos, eles continuaram porque acreditavam que Rob pudesse melhorar, e passadas três semanas da nova dieta, ele foi fazer um exame de controlo no hospital.

As notícias eram incríveis: o cancro tinha regredido 80% desde o último exame! Então, o casal continuou o novo estilo de vida, e eventualmente, deixaram de haver vestígios de cancro no corpo de Rob.

Não há provas científicas de que uma dieta específica cure o cancro, e todos os corpos reagem de forma diferente a tratamentos diferentes, mas uma coisa é certa: é mais provável reduzir o risco de cancro através de uma alimentação mais equilibrada.

Entretanto, o casal foi pai de gémeos e está muito feliz por ter dado ouvidos à sua intuição.

PARTILHE!

Bebé perde a vida durante o nascimento – 10 meses depois, um milagre faz o médico chorar

23 fotografias maravilhosas de como nasce uma criança