in

Porque é que as mães confundem os nomes dos filhos? Existe uma resposta… e é linda!

Quase de certeza que a sua mãe ou avó já o chamaram pelo nome de outra pessoa da família, como um irmão ou primo. Muitas vezes, isso gera algum incómodo, porque geralmente as pessoas pensam que a mãe ou a avó não gosta o suficiente delas para se lembrar do seu nome.

Porém, isso não é bem assim, e há uma explicação científica dada através de um estudo interessante coordenado por David Rubin, neurocientista da Duke University.


Este estudo contou com mais de 1700 pessoas de todas as idades, que foram questionadas sobre se alguma vez foram chamadas pelo nome errado por alguém. Nos casos positivos, os especialistas investigaram o tipo de correlação existente entre os dois nomes.

A conclusão foi que, no geral, os nomes são trocados entre indivíduos do mesmo grupo social ou categoria familiar, logo quem troca os nomes fá-lo pois considera as duas pessoas igualmente importantes.

Assim, quando por exemplo um professor confunde o nome de um aluno com outro, não o faz por serem parecidos fisicamente ou necessariamente por falta de atenção, mas sim porque o seu cérebro juntou todos os nomes na mesma categoria (alunos) e trata-os da mesma forma.

Voltando ao contexto familiar, as mães e avós não trocam os nomes por serem distraídas ou preferirem um filho ou neto a outro – pelo contrário, elas trocam-nos porque gostam de todos por igual.

PARTILHE!

Uma menina de 2 anos perdeu a vida mordendo o carregador de bateria do telemóvel da mãe

Se é uma mulher desorganizada, então é muito saudável