in ,

O Restaurante subaquático na Noruega parece saído de outro mundo

Hoje vamos dar-lhe a conhecer o Under, o primeiro e maior restaurante subaquático do mundo.

Este restaurante tem capacidade para 100 pessoas e serve simultaneamente como centro de pesquisa para a vida marinha.

Projetado pela Snøhetta, empresa de arquitetura conhecida a nível mundial, com sede em Oslo, na Noruega, o Under proporciona uma experiência gastronómica inigualável. Embora aberto há poucos dias, já tem uma longe lista de espera para reservar mesa.

O Under está parcialmente submerso, abaixo da superfície do mar, de onde brota a sua forma monolítica, com 33m de comprimento.

O edifício foi concebido para se integrar harmoniosamente com o ambiente marinho, uma vez que a rugosidade do exterior de betão vai funcionar como um recife artificial que abriga lapas e algas.

As paredes de betão espessas possibilitam que a estrutura resista à pressão e choque das ondas, enquanto a grande janela panorâmica dá uma visão do mar que varia consoante as estações do ano. Parece um periscópio afundado!

“O Under é uma progressão natural da nossa experimentação com fronteiras. Como um novo marco para o sul da Noruega, propõe combinações inesperadas de pronomes e preposições e desafia o que determina a posição física de uma pessoa no seu ambiente. Neste edifício, você pode estar debaixo de água, sobre o leito do mar e entre a terra e o mar. Isso permite aos visitantes novas perspetivas e formas de ver o mundo, além e abaixo da linha de água”, explica o fundador e arquiteto da Snøhëtta, Kjetil Trædal Thorsen.

O objetivo do restaurante é criar uma experiência de gastronomia baseada em produtos de alta qualidade e origem local, defendendo a captura sustentável da vida selvagem.

O Chef é Nicolai Ellitsgaard, expatriado dinamarquês do famoso restaurante Måltid, e está acompanhado por uma equipa internacional de 16 pessoas com experiência nos melhores restaurantes com estrelas Michelin.

Lindesnes é uma área conhecida pelo clima adverso, que pode mudar repentinamente durante o dia, mas no interior do restaurante tudo muda, pois a atmosfera é calorosa e aconchegante.

Os painéis no teto do restaurante são revestidos de tecido que lembram as cores do pôr-do-sol sobre o oceano, e a sua elegância confere serenidade ao interior.

Quanto ao mobiliário, este reflete a filosofia do projeto, que consiste em construir bases sólidas para o futuro sem arriscar a beleza natural das matérias-primas.

Relembramos que o Under não é só um restaurante – é também uma instalação de pesquisa marinha que acolhe equipas de investigação interdisciplinares com a intenção de estudar a biologia marinha e o comportamento dos peixes recorrendo a câmaras e outras ferramentas de medição instaladas dentro e fora da fachada do estabelecimento. Assim, conseguirão documentar a população, o comportamento e a diversidade de espécies que habitam no local e juntar dados para programas ferramentas de inteligência artificial que permitirão monitorizar regularmente a dinâmica das espécies marinhas principais.

Segundo a empresa de arquitetura responsável pelo Under, o restaurante é uma história de contrastes, entre a paisagem e o mar, e o acima e abaixo, que enfatiza o equilíbrio ecológico entre a terra e o mar e a importância dos modelos de consumo responsável e sustentabilidade.

O Under retrata a coexistência da vida na terra e no mar, originando uma nova forma de perceber a nossa interação com o meio que nos rodeia, acima e abaixo da superfície.

“Para a maioria de nós, esta é uma experiência totalmente nova. Não é um aquário, é a vida selvagem do Mar do Norte. Isso torna tudo muito mais interessante. Leva-nos diretamente para o mundo selvagem. Se estiver mau tempo, é muito difícil poder ter essa experiência em segurança. É uma ótima experiência sentar-se aqui, seguro, permitindo que a natureza esteja tão perto de sim. É muito romântico e agradável”, diz Rune Grasdal, arquiteto principal do restaurante.

“A ideia era fazer um tubo que levasse as pessoas de cima do nível do mar para baixo. Esta transição é fácil de entender, mas é também a maneira mais eficaz de atingir o objetivo. Também parece seguro, e as pessoas não se sentem presas”, acrescenta.

PARTILHE!

Os geminianos são pessoas românticas e vale a pena lutar por eles: mas não espere mantê-los na coleira

Mulher casa-se e usa novamente o seu antigo vestido de noiva de há 60 anos