in

Esta mulher perdeu o seu anel de noivado no jardim: depois de 13 anos encontra-o numa cenoura

Hoje vamos dar-lhe a conhecer Colleen Daly, uma mulher que reside numa habitação com jardim, onde faz cultivo. O jardim já está na família do seu marido há mais de 100 anos, tendo por isso alimentado várias gerações.

Certo dia, Colleen decidiu fazer uma salada para o jantar, e foi ao jardim colher alguns vegetais, como de costume, mas ficou muito surpreendida quando olhou para uma das cenouras – vinha com um anel de ouro!

Voltando atrás 13 anos, vemos Mary Grams e o marido Norman a viver ali. Seguindo a tradição, Mary também colhia os alimentos diretamente do jardim, e numa das inúmeras vezes que o fez, acabou por perder o seu anel de noivado.

Mary não contou a ninguém, nem mesmo ao marido Norman, que tinha perdido o anel que já usava desde 1951, um ano antes do casamento. Em vez disso, foi a uma joalheria e comprou o anel mais barato – o marido nunca reparou nas diferenças.

Passados 13 anos, o casal idoso mudou-se para uma habitação em Camrose, e o filho deles, Brian, ficou com a casa e o jardim, onde passou a viver com a esposa Colleen.

Ao encontrar o anel, Colleen foi logo mostrar a descoberta a Brian, que ligou à mãe para lhe contar.

Naquela noite, o jardim não se limitou a alimentar a família Grams como fazia há 100 anos, e devolveu a Mary uma memória maravilhosa.

Após 60 anos de casamento, o anel que Mary julgava perdido para sempre reapareceu, como prova do amor pelo marido Norman, que infelizmente faleceu 6 anos antes da descoberta do anel. “Se pudesse voltar atrás, acho que lhe diria”, disse Mary, a rir-se enquanto recordava o amado.

Desta vez, temos a certeza que Mary não vai perder a lembrança preciosa que recuperou, e que agora tem um significado ainda amais especial.

PARTILHE!

Calcanhares rachados? Veja como resolver esse problema!

Esta rapariga criou sozinha os seus 5 irmãos depois de os seus pais morrerem de cancro