in

Menina tem ataque de pânico no avião – quando a mãe olha para cima, percebe que o comissário de bordo está a entregar “bebidas especiais”

Quando Erika Jeorgean Swart resolveu viajar com as suas 3 crianças, nunca imaginou que a filha de 9 anos tivesse um ataque d pânico no avião.

Após deslocarem, Gabby começou a ficar muito nervosa com a viagem, o que deixou a mãe confusa porque já tinham voado anteriormente e a menina nunca tinha mostrado medo.

Gabby passou uma parte do voo em pânico, sem que Erika a conseguisse tranquilizar. Infelizmente, nada estava a resultar para acalmar os nervos da menina que tem diabetes tipo 1, e isso estava a baixar os seus níveis de açúcar.

Erika não pensou que a filha estivesse a incomodar as pessoas, até um comissário de bordo surgir de repente e dar a Gabby uma “bebida especial”.

O marido não tinha ido com Erika na viagem, e ela estava a dar o seu melhor para que os três filhos estivessem bem.

Foi então que Garrick, um comissário de bordo da Southwest Airline, decidiu agir, e Erika fez questão de partilhar a história no Facebook da companhia aérea:

“Durante todo o voo ele tentou fazê-la rir e trouxe bebidas especiais. Quando estávamos a aproximar-nos, o tempo estava difícil, houve um pouco de turbulência, e Gabby começou a ter um ataque de pânico na descida. Garrick viu que Gabby estava em sofrimento, então ele perguntou se podia sentar-se no lugar vazio ao lado dela.

Durante a turbulência extrema, ela começou a chorar e agarrou o braço dele. Ele disse gentilmente que ela poderia agarrar o tempo que fosse necessário. Logo depois disso, devido ao stress extremo, o açúcar no sangue dela começou a cair perigosamente.”

Ele levantou-se do seu lugar para ir buscar um sumo de laranja e regressou de imediato para se sentar com ela. Ela perguntou novamente se podia continuar a segurar no braço dele enquanto o avião pousava.

Quando o avião começou a descer, Garrick distraiu Gabby sugerindo que falassem sobre coisas divertidas. Durante 30 minutos, o pai atencioso, que tem uma filha aproximadamente da idade de Gabby, conversou com a menina sobre animais de estimação e a escola. Ele sabia bem o que estava a fazer e, quando o avião pousou, Gabby estava mais calma do que um bebé a dormir!

Contudo, as boas ações continuaram quando o avião aterrou. “Ele ligou o intercomunicador e anunciou que a sua amiga, Gabby, na fila da frente, superou os seus medos de voar e pediu uma salva de palmas. O avião inteiro bateu palmas para ela. Foi uma experiência maravilhosa na Southwest Airlines. Nós estamos eternamente gratos por termos conhecido uma alma tão bonita e altruísta”, acrescentou Erika.

Pais observam impotentes enquanto os polícias levam o seu filho. Os momentos que se seguem deixam todos em lágrimas

Cão com mancha no nariz em forma de coração derrete o Instagram