O bebé tinha morrido no parto, ela pediu para o abraçar e 2 horas depois aconteceu um MILAGRE!

Uma mulher na Austrália estava grávida de gémeos, quando chegou a altura do parto com apenas 27 semanas de gestação, ela teve uma menina, Emily, e um menino, Jamie, que não sobreviveu durante a difícil cirurgia do parto e foi declarado clinicamente morto pelos médicos.

A mulher e o marido devastados com toda a situação pediram aos médicos para segurá-lo para poderem passar alguns minutos com o bebé. Kate disse ao pequeno Jamie que gostaria imenso de encontrá-lo e que ele conhecesse a sua nova família, para que ele soubesse que todos o amavam e muito antes dele nascer. A mulher conversou com o bebé sempre abraçada ao seu corpinho por mais de duas horas. Já conformados com a perda do bebé, quando a enfermeira se preparava para levar o pequeno Jamie, a mãe reparou em pequenos movimentos no bebé e que tinha aberto os olhos. A enfermeira explicou que seria somente um resquício de vida na passagem para a morte.

Os pais chamaram os médicos e insistiram para que eles vissem novamente o bebé, embora os médicos não estivessem a dar muita importância a insistência dos pais foi tão grande que um médico resolveu encostar o estetoscópio no peito de Jamie. O médico não queria acreditar e correu para chamar a equipa para dar suporte ao pequeno bebé, o coração estava batendo!

Na Austrália é comum a mãe colocar o bebé perto do seu coração para que ele ouça o batimento, um processo chamado de “Mamã canguru”, os médicos não conseguiram encontrar nenhuma explicação para o que tinha acontecido, o pai do bebé disse que foi a sua mulher que salvou a vida do filho deles, se não fosse o seu instinto maternal, o bebé não teria sobrevivido! Vejam como tudo aconteceu no vídeo e partilhem esta linda história que se passou na Austrália!

Como é que estes engenheiros obtiveram os diplomas?

Médico com nome na touca é ridicularizado pelos colegas – mas depois da cirurgia, todos os chamam de génio