A mãe de 29 anos sopra uma vela para a apagar. Mas o que a câmara de segurança gravou é de dar arrepios

Hoje em dia, muitas pessoas têm o hábito de acender velas aromáticas, que deixam a casa agradavelmente perfumada.

Porém, este hábito foi trágico para Ashley Brawley, uma mulher de 29 anos com 4 filhos, residente no Texas, EUA.

No mês de julho passado, Ashley resolveu acender uma vela da famosa marca “Bath And Body Works” e ir tomar banho.

Entretanto, começou a detetar um odor esquisito e foi ver o que se tratada: a vela tinha produzido uma chama enorme e perigosa que até queimou a madeira do móvel.

De imediato, Ashley tentou apagar a vela a soprar, pois esta não podia ser apagada com água, só que algo bem pior aconteceu, como pode ver no vídeo.

Infelizmente, a pele do rosto de Ashley foi atingida e ficou em carne viva durante algum tempo.

Passada uma semana, o rosto de Ashley começou a recuperar, e a empresa responsável pelo fabrico daquela vela em particular ofereceu-se para cobrir todas as despesas médicas e ainda deu a Ashley um vale-presente de 25 dólares.

“A nossa oferta de reembolso dos gastos do produto não é, de forma alguma, uma compensação pelo que Ashley vivenciou. Estamos tristes pelo que ocorreu e levamos esta situação muito a sério. A segurança dos nossos clientes é a nossa prioridade número 1. Esperamos trabalhar com a família Brawley para reunir mais detalhes e comprometemo-nos a fazer o que é certo”, explicou Tammy Roberts Myers, o vice-presidente das comunicações da empresa.

Ashley ainda não sabe se ficará com cicatrizes no rosto, mas mesmo que não fique, certamente nunca se vai esquecer do choque e dor que sentiu naquele momento.

PARTILHE, é importante!

Idoso fica envergonhado por demorar na caixa de supermercado: o que a funcionária diz deixa o desconhecido em estado de choque

Transformação total: médicos removem tumor de 2kg a uma menina de 3 anos – veja como ela está hoje