Ao longo de 11 anos, esta família recebeu 7 vezes o MESMO telefonema

No Natal de 2004, Autumn, a filha de 6 anos de Melissa e Scott Groves, residentes em Omaha (Nebraska, EUA), pediu aos pais um irmão.

Como tal, o casal decidiu adotar dois irmãos. No entanto não pararam por aqui, tendo adotado mais 6 crianças perfazendo um total de 9 filhos: Autumn, Noah, Chase, Garrett, Hayden, Ashton, Curran, Bryer e Zayn.

Melissa teve Autumn aos 17 anos e apenas conheceu Scott quando a menina tinha 4 anos. O casal decidiu adotar porque descobriu que tinham dificuldade em conceber.

Depois de adotarem Noah e Chase, de 3 e 2 anos, receberam um telefonema a dizer que a mãe das crianças tinha tido outro filho e que não tinha para onde ir. “Não havia pergunta a ser feita. Como eu poderia negar aos meus filhos a possibilidade de estar juntos a essa nova criança?” referiu Melissa, “Eu só queria que eles ficassem juntos”. Esta situação tornou a acontecer, não só por telefone mas também através do Facebook.

Segundo Melissa, a mãe das crianças era toxicodependente: “Ela não é uma pessoa ruim. Eu não posso sequer imaginar a dor que ela passou (ao dar os filhos para adoção)”.O último a ser adotado foi Zayn, com 1 ano e 3 meses e com Síndrome de Down.

Mesmo com dificuldades financeiras, Melissa mencionou: “Não podíamos imaginar a vida sem ele. Para nós, a adoção era inicialmente apenas um meio para completar a nossa família quando ter um filho biológico parecia impossível. Mas, tornou-­se muito mais para nós. Ele abriu os nossos olhos, ampliou os horizontes da nossa família, enriquecendo todas as nossas vidas, e nos trouxe muito amor e felicidade”.

Gosta desta página -->

Gosta da nossa página no Facebook