in

Homem encontra velha lápide no meio do bosque: o que está escrito nela deixa-o emocionado

Numa caminhada pela mata na Inglaterra há alguns anos atrás, o fotógrafo Sid Saunders quase tropeçou e caiu.

Foi quando ele tomou um caminho um pouco mais longo na floresta – para evitar grandes poças – que o seu pé foi atingido por algo duro.

A princípio, Sid achou que tivesse tropeçado num tronco de madeira, mas quando olhou de perto descobriu que se tratava de uma pequena e discreta lápide musgosa.

Saunders quis olhar para a pedra rara mais de perto, viu que estava muito suja e cheia de musgo e achou por bem limpá-la.

“Decidi voltar no dia seguinte e limpar um pouco a lápide”, contou Sid Saunders. Quando começou a remover as folhas e o musgo, viu que havia uma inscrição na pedra antiga.

Ao remover toda a sujidade e musgo, Saunders percebeu que aquilo não era um enterro normal. Era dedicado ao ente querido de alguém, que aparentemente tinha morrido em 1882.

“Em memória do pequeno Duchie”, dizia a lápide com mais de 130 anos. Havia também uma pequena fotografia de um coelho, gravado ao lado com letras: “Nascido em 1869. Morreu em dezembro de 1882”.

Saunders acreditava que a pequena lápide pertencia a um cão, mas era dedicada a alguém muito menor.

“Fiquei muito surpreendido e chocado. Quando voltei para limpar e vi a imagem do pequeno coelho, pensei que provavelmente fosse um coelho holandês”, explica Saunders.

O coelho holandês é muito popular como animal de estimação e é facilmente identificado pelo seu padrão de cores característico. Há muito tempo atrás, o holandês era uma das raças mais populares de coelhos na Inglaterra e havia muitos criadores.

Com amor, segurança e boa comida, os coelhos podem chegar aos 10 anos ou mais. Duchie viveu até à idade madura de 13 anos e foi certamente um membro amado da família – talvez por isso o seu dono preparou uma lápide especial para ele. “Ele deve ter vivido muito bem, para viver tantos anos”, disse Saunders.

A terra onde Duchie foi enterrado em propriedade privada, e muito provavelmente o coelho vivia com os donos da terra. Agora, é uma área ao ar livre que faz parte de um trilho, onde frequentemente andam pessoas

Apesar disso, ninguém tinha visto a pequena lápide em tantos anos. E embora ninguém saiba com certeza como e porque é que o pequeno Duchie foi enterrado ali, temos a certeza de uma coisa: ele era um coelho muito amado.

Todos aqueles que têm animais de estimação sabem o quanto eles significam e quão importante é dar-lhes um final bonito.

PARTILHE!

Jovem faminto vai até mercado para pedir comida, mas ele não sabia que aquilo iria transformar a sua vida

Depois de 40 anos, John Travolta e Olivia Newton-John reúnem-se para uma exibição de Grease