Novo

Dois pais adotam um bebé. 14 anos depois, ele veio à televisão dizer algo à sua mãe que te vai fazer chorar

Não é tarefa fácil para ninguém subir a um palco e atuar, com uma imensidão de pessoas a assistir, em especial no caso de adolescentes ou crianças. Campbell, um rapaz de 14 anos que se aventurou no conhecido programa “America’s Got Talent”, estava visivelmente nervoso por estar prestes a cantar à frente de milhares de pessoas e também pela importância que a música que ia interpretar tinha para ele.

Cambpell foi abandonado quando era bebé, pois a sua mãe já tinha três filhos e não tinha condições para o criar e decidiu dá-lo para adoção.

papis

O jovem acabou por ser acolhido, mas não pela família mais típica que se possa imaginar, pois os seus pais eram ambos do sexo masculino. Isto fez com que Campbell tivesse de ouvir bastantes provocações na escola, mas ele não se importou porque sabia que era profundamente amado pelos pais adotivos.

doispais4-760x397

“Como fui adotado quando era bebé, para mim ter dois pais é perfeitamente normal”, explica Campbell.

Embora nunca lhe tenha faltado carinho, ele sempre sentiu que algo faltava na sua vida, pois nunca tinha conhecido a mãe e sonhava com esse dia.

O concurso de talentos acabou por ser uma oportunidade para Campbell expressar os seus sentimentos e, de alguma forma, chegar à sua mãe.

Ao cantar as primeiras notas, o público ficou boquiaberto… a voz do jovem é impressionante!

A letra da música adequa-se na perfeição à história de vida dele:

“Eu morri todos os dias à tua espera,

Não tenhas medo,

Eu amei-te durante mil anos,

Vou amar-te mais mil.”

Campbell teve muita sorte por ser adotado por duas pessoas que não criticam a decisão da mãe do rapaz, e o incentivaram a não a julgar mas sim compreender a sua atitude.

Por isso, o jovem não tem ressentimentos nem pretende manchar a imagem da mãe biológica, pois apesar de tudo ama-a e espera ter a oportunidade de a conhecer.

De certeza que a mãe de Campbell está a sentir-se muito orgulhosa do filho, onde quer que esteja, pois demonstrou uma maturidade a nível emocional que não é muito comum para alguém da sua idade ao não guardar qualquer ressentimento.

No fim da atuação, os seus pais abraçaram-no, emocionados.

Esta é a prova de que uma família não tem de ser aquilo que a sociedade considera “normal”, mas sim indivíduos capazes de amar o outro e respeitá-lo.

Um verdadeiro exemplo e uma grande lição para muitas pessoas!

Gosta desta página -->

Gosta da nossa página no Facebook

Mais Populares

To Top