in

Empregada de loja de revendas encontra $7000 no bolso de um casaco e devolve-os

O que faria se encontrasse US $ 7.000 em dinheiro dentro do bolso de um casaco? Devolveria o dinheiro ao seu legítimo proprietário ou guardá-lo-ia para si? Essa podia ser uma decisão difícil, especialmente no calor do momento, mas esta funcionária fez a coisa certa quando isso lhe aconteceu.

Jennifer Kimes trabalha no Plato´s Closet, uma loja de revenda em Valparaiso, Indiana, há 2 anos, e diz já ter encontrado todo o tipo de coisas esquecidas e deixadas em bolsos de casacos e calças, sendo as mais comuns pastilhas e listas de compras. Mas nunca tinha encontrado nada parecido com a sua descoberta mais recente…

Enquanto examinava o casaco que um homem tinha trazido e vendido, Jennifer colocou a mão num dos bolsos e sentiu algo. Era uma quantia gigante de dinheiro: $ 7.000,00, num rolo que consistia em notas de vinte e cem dólares.

Depois de encontrar aquele tesouro, Jennifer imediatamente sentiu que tinha de fazer a coisa certa. Pensativamente, colocou o dinheiro na caixa para mantê-lo seguro enquanto ligava para a gerente.

Jennifer diz que ficou desconfortável ao encontrar o dinheiro: “Aquilo assustou-me, deixou-me nervosa. Todos queremos segurar um maço de dinheiro, mas aquele não era meu, então não fiquei muito empolgada”.

Quando ligou para a sua gerente, Tammy Wendland, explicou-lhe o que tinha encontrado, e ao início ela não conseguia acreditar no que estava a ouvir. A sua funcionária estava a dizer-lhe que tinha descoberto uma “grande quantia em dinheiro” e que elas precisavam de localizar o homem que lhes vendera o casaco.

“É apenas uma questão de integridade. Então, quando se trabalha com coisas destas, basta ser honesto e fazer a coisa certa”, disse Jennifer.

O homem do casaco tinha esquecido que tinha o seu dinheiro para emergências guardado lá, e ficou extremamente agradecido por Jennifer e Tammy se terem preocupado tanto em devolver-lhe o dinheiro. Não houve recompensa para Jennifer ou a sua gerente, mas ambas sabem que fazer a coisa certa é o mais importante.

“Praticar o bem é recompensador intrinsecamente. Faz-nos sentir bem por dentro, e não há nada tão especial quanto sentirmo-nos bem por dentro”, explicou Tammy.

Aplaudimos a honestidade de Jennifer e a sua gerente, e esperamos que outras pessoas lidem com a situação exatamente como elas.

Professora organiza piquenique com os seus alunos, mas ninguém apareceu

Empregado faz uma pausa e senta-se junto de idoso que estava a jantar sozinho