Histórias

Menino de 7 anos conseguiu salvar a irmã e o pai que tinham ficado bloqueados pela corrente do rio

Recentemente, um menino de 7 anos salvou o seu pai e a sua irmã mais nova nadando uma milha para conseguir ajuda após um acidente de barco no fim de semana.

Chase Poust e a sua irmã de 4 anos, Abigail, estavam a nadar ao lado do barco ancorado do seu pai no rio St. Johns em Jacksonville, na Flórida, na noite de sexta-feira. Mas enquanto as duas crianças aproveitavam o tempo na água, Abigail perdeu o controlo do barco quando foram apanhados por uma forte corrente.

“A corrente era tão forte que a minha irmã – ela geralmente fica parada na parte de trás do barco – e ela soltou-o. Então, eu soltei o barco e agarrei-a, e então, eu fiquei preso. Senti muito medo”, acrescentou Chase.

Steven Proust, o pai deles, pulou na água para salvá-los e disse a Chase para nadar até a costa enquanto tentava resgatar Abigail, que estava a ser levada pela corrente enquanto usava um dispositivo de flutuação.

“Eu disse-lhes que os amava porque não tinha certeza do que iria acontecer. Tentei ficar com ela o máximo que pude. Mas estava muito cansado e ela afastou-se de mim”, conta Steven.

Então, Chase começou o longo mergulho de 1,6 km de volta à terra, alternando entre flutuar de costas e remar, durante uma hora.

Assim que chegou à costa, Chase disse que correu para a casa mais próxima que pôde encontrar e bateu na porta. Depois disso, a Florida Fish and Wildlife, ajudados pelo Departamento de Bombeiros e Resgate de Jacksonville e pelo Gabinete do Xerife de Jacksonville, finalmente avistou Steven e Abigail após uma busca de uma hora.

Chase e Steven não eram obrigados a usar colete salva-vidas – só crianças de 6 anos ou menos devem usar um para uma embarcação de 8 metros de comprimento ou menos – e Steven sabe a sorte que tiveram por ter conseguido sair daquela situação ilesos.

“Estamos aqui. Pela graça de Deus, estamos aqui. O Chase chegou à costa e pediu ajuda, e foi isso que salvou as nossas vidas”, disse o pai.

Quando questionado sobre como o menino se tornou um nadador tão habilidoso, Chase foi honesto: “Não faço ideia”.

PARTILHE!

Mais Populares

To Top

Possível adblock detectado

Se estiver a usar um Ad Block por favor desligue-o no nosso website. Os anúncios são essenciais para a manutenção deste website.

Refresh