Veja porque é que você é mais picado pelos mosquitos

No verão, todos os anos, milhões de pessoas dão por si com picadas de um dos insetos mais detestados de todos – os famosos mosquitos.

Algumas pessoas não os conseguem manter afastados, nem sequer com repelentes! A verdade é que estes insetos também têm as suas preferências.

Há milhares de espécies de mosquitos distintas, e felizmente nem todas passam o tempo a picar humanos, assim como apenas algumas são portadoras de doenças como a malária ou febre amarela.

As vítimas preferidas dos mosquitos são os seres humanos, mas ao contrário do que se costuma ouvir, não atacam mais alguns por terem o sangue “mais doce”.

Aparentemente, a razão para isso está na nossa pele: os mosquitos conseguem perceber o dióxido de carbono emitido por um corpo. Nos seres humanos, o odor de CO2 é amplificado pelo ácido láctico, mais do que nos animais, e existe em maior quantidade em pessoas com excesso de peso e grávidas.

Para além disso, é importante no processo de seleção dos mosquitos a flora de micróbios na nossa pele. Milhões de bactérias não patogénicas dentro de nós dependem daquilo que comemos, bebemos e no que tocamos, e determinadas bactérias na nossa pele influenciam estes insetos, mas ainda não é claro o porquê de preferirem uma flora microbiana a outra.

Quando fazemos exercício físico e aumentamos a temperatura co corpo, geramos ácido láctico e o risco de sermos picados aumenta, assim como quando bebemos álcool. PARTILHE!

Ao ajudar amigo, homem acaba por salvar a sua própria vida

Aos 91 Anos Viaja Sozinha Pelo Mundo e Partilha Tudo Na Sua Conta Do Instagram