in

Veja o que acontece com o seu corpo e mente quando dorme durante apenas 20 minutos

Os seres humanos estão entre os 15% dos mamíferos que têm um sono monofásico (dormem apenas uma vez por dia).

Não se sabe bem se isso é um fator genético ou se a sociedade é que foi modificando os biorritmos, mas a verdade é que na generalidade, não dormimos o suficiente hoje em dia.

Sabia que dormir a sesta de vez em quanto não só é saudável, como também tem efeitos positivos na nossa produtividade?

Tirar um tempo a meio do dia para descansar pode ser a solução para o deficit de sono, pois ajuda a recarregar o cérebro e a gerar mais energia, que por sua vez nos torna mais criativos, nos ajuda a aprender, raciocinar e reagir mais rapidamente.

A nova tendência chama-se “napping”, e cada vez mais estudos revelam os seus benefícios, como a redução da pressão arterial, alívio do stress, melhoria da saúde cardíaca e cognitiva. Para além disso, dormir um pouco mais pode ainda ajudar a controlar os níveis de cortisol e perder peso.

Segundo os dados, quem faz a sesta pelo menos 3 vezes por semana, durante 20 a 30 minutos, tem aproximadamente menos 37% de probabilidades de morrer de doença cardíaca do que as pessoas que trabalham compulsivamente e dormem pouco.

A prova disso está nos países em que a típica “siesta” é uma prática comum, e a taxa de incidência de ataques cardíacos é significativamente menor.

Uma outra vantagem de fazer a sesta é a melhoria da memória, o relaxamento, uma melhor performance e melhor capacidade de concentração. Na verdade, parece que a sesta é mais útil que uma chávena de café a meio do dia, para recuperar as energias.

As pausas de 20 a 30 minutos são suficientes para melhorar a agilidade mental e motora, as de 30 a 60 minutos para melhorar a capacidade de tomada de decisão e clareza de ideias e as de 60 a 90 minutos permitem ao cérebro recuperar por completo pois este entra na fase REM. Ainda assim, o melhor é não fazer uma sesta muito longa se perceber que esta provoca uma redução no sono durante a noite.

PARTILHE!

Adeus a “Capitão Otimista”: o jovem pediatra que prescrevia sorrisos aos seus pequenos pacientes

Ser pai de uma menina: um papel maravilhoso!