in

Um bebé fica queimado até ao segundo grau devido a um perigo que poucos pais conhecem

Esta é a história do pequeno Nicholas Woodger, um menino de 9 meses que sofreu um acidente doloroso, partilhada pelos bombeiros de Las Vegas.

“Uma mangueira de jardim que é exposta ao sol durante algum tempo pode aquecer a água dentro do tubo a uma temperatura perto do ponto de ebulição. Então, deixa a água correr durante alguns minutos para que ela tenha tempo de arrefecer antes de a dirigir a humanos ou animais”, avisam os bombeiros, que partilharam fotografias do corpo de Nicholas.

Sem conhecimento disso, a mãe do menino, que apenas o queria refrescar, acabou por queimar aproximadamente 30% do seu corpo assim.

Enquanto enchia uma pequena piscina infantil para o filho, a mãe mandou-lhe algumas gotas de água da mangueira, por não saber que esta tinha aquecido a ponto de queimar a pele.

Nesse dia, estavam mais de 40ºC em Phoenix, e de acordo com os bombeiros, quando é assim, a temperatura dentro de uma mangueira pode atingir os 65ºC.

O porta-voz do Corpo de Bombeiros de Las Vegas informa que, se a água estiver a uma temperatura de 65ºC, bastam 10 a 30 segundos depois da exposição para que as queimaduras surjam.

Por isso, a mãe de Nicholas não percebeu de imediato que a água que saía da mangueira estava quase a ferver, e só quando viu o filho chorar é que parou de o molhar.

Em poucos minutos, a pele do pequeno começou a ficar avermelhada, e surgiram bolhas por todo o corpo.

Agora, sempre que quiser usar uma mangueira de jardim, certifique-se que a temperatura da água não está demasiado elevada, principalmente agora que vem aí o calor.

PARTILHE, é importante!

Um bebé vomita dentro do carro e a reação do pai faz a polícia aparecer no local

Mulher é chamada de “fedorenta” e “gorda” num voo – ela fica em lágrimas quando o homem atrás dela decide intervir