in

Três meninos despedem-se do pai militar diagnosticado com tumor cerebral semanas após descobrir que a mãe está grávida

Jason Shipmon, um soldado corajoso, foi tragicamente diagnosticado com um tumor cerebral apenas algumas semanas depois de saber da gravidez da sua esposa Amanda.

A mulher estava grávida com o mais novo dos seus três filhos, e naquela altura os médicos deram a Jason apenas alguns anos para viver. Mas isso não impediu o casal de lutar pela vida dele.

Com a ajuda de tratamentos radiação e quimioterapia, Jason viveu para lá do prognóstico. “Tínhamos passado a marca dos 5 anos e estávamos muito esperançosos que ele pertencesse à pequena percentagem de pessoas que fica curada. Mas sempre soubemos que a probabilidade de o tumor voltar era bastante elevada”, conta Amanda.

Apesar das esperanças, o tumor cerebral regressou mesmo.

Jason e Amanda conheceram-se em 2004 e casaram depois de um curto noivado de 6 semanas, apenas 2 semanas antes de Jason ter de ir para longe com os fuzileiros navais.

Eles tiveram de se separar várias vezes durante os 10 anos que se seguiram, como é natural com os militares. Jason sobreviveu aos combates no Iraque e no Afeganistão, mas o cancro foi um adversário demasiado grande para o bravo soldado.

Entretanto, a sua esposa escreveu no Facebook:

“Combati o bom combate, terminei a corrida, guardei a fé.” 2 Timóteo 4: 7

Ontem à noite, o meu amor, o amor da minha vida, deixou esta terra para ir para casa. Ele lutou tanto durante tanto tempo, por mim e pelos nossos preciosos filhos.

O meu coração está partido, sinto-me perdida. Eu olho para os rostos dos nossos meninos e o meu coração parte ainda mais, mas sinto-me um pouco menos perdida. Eles são o meu porquê. Vão dar-me força para continuar.

“Uma verdadeira história de amor nunca termina” – palavras mais verdadeiras não podem ser ditas. Nós escrevemos uma linda história de amor. Ele fez-me mais feliz do que eu sabia ser possível e o presente do seu amor é o maior que já conheci. Vai continuar a confortar-me e guiar-me.

Os meus meninos terão sempre o dom de acordar todas as manhãs podendo chamar a este homem de “pai” e sabendo que ele era um herói de muitas maneiras, mas especialmente para nós.

A lutou e ele terminou a sua corrida. Agora devemos continuar a nossa. Um dia de cada vez. Um passo de cada vez.”

Jason e Amanda tiveram três filhos. Jason tinha apenas 37 anos quando faleceu. Um soldado que lutou bravamente em todos os sentidos e será para sempre lembrado como um herói.

Algumas pessoas levam-nos ao limite, e quando explodimos, chamam-nos de loucos

Mulher constrói bebedouro público para pessoas sem-abrigo no muro da sua casa