Um menino convidou toda a turma da escola para a sua festa de aniversário, menos uma criança. Mas esta mãe não aceita isso!

Hoje vamos dar-lhe a conhecer Jennifer Engele, uma mulher canadiana que ficou chocada ao constatar que o filho Sawyer, portador de Síndrome de Down, foi o único da sua turma a não ser convidado para a festa de aniversário de um colega.

Indignada e triste, Jennifer decidiu deixar uma mensagem aos pais do menino no Facebook:

“Eu sei que isto não foi um descuido da vossa parte, mas uma decisão intencional de não incluir o meu filho. O Sawyer é um menino tranquilo e feliz, que nunca foi mais com os colegas e dá-se bem com todos.

Se soubessem mais sobre a Síndrome de Down, não teriam tomado essa decisão. As pessoas com esta síndrome querem as mesmas coisas que eu e vocês querem. Querem relacionamentos íntimos, sentir-se amadas, contribuir, ter vidas com significado, ir a festas de aniversário.

Ao início, quando soube que ia ter um filho com Síndrome de Down, fiquei assustada com a possibilidade de ele não ser aceite, mas essa preocupação desapareceu assim que o vi a interagir normalmente com os irmãos.

Mesmo que às vezes estas pessoas reajam a certas coisas de forma que não compreendemos, têm desejos e sonhos totalmente normais, como qualquer outra pessoa.

Como pais, nós queremos que as pessoas gostem dos nossos filhos, que eles tenham amigos e não sejam deixados de parte. E nós fazemos isso ao dar o exemplo e encorajar a fazer escolhas que eles talvez ainda não sejam suficientemente maduros para entender.

O Sawyer mal foi convidado para qualquer festa de aniversário no ano anterior, e eu comecei a sentir que podia ser responsável por isso, porque nunca aproveitei para ir até à escola dele explicar a sua situação.

Outros pais que eu conheço com filhos portadores de Síndrome de Down começaram o ano escolar a educar a turma várias vezes, e eu não fiz isso. Ele foi sempre apenas o Sawyer para mim, e eu não senti necessidade de falar sobre a Síndrome de Down até este momento.

Agora, percebo que o desiludi.

Por isso, peço a todos os pais que se sentem e conversem com os vossos filhos, para lhes ensinar isso.”

O testemunho desta mãe já foi partilhado um pouco por todo o mundo, e Jennifer já deixou o seu agradecimento pela adesão positiva ao mesmo.

Os pais do colega de Sawyer que não o convidaram também leram a mensagem e fizeram questão de se sentar com o filho e explicar-lhe a situação de Sawyer. No final, o menino quis convidá-lo para a sua festa e todos ficaram muito contentes!

Este é um lembrete para encorajar todos os pais de crianças com ou sem Síndrome de Down a falar com os seus filhos sobre estas situações, para poder tornar este mundo um lugar mais tolerante, inclusivo e belo.

Gosto desta publicação -->


PARTILHE!

Ventriloquista zanga-se durante o espetáculo, mas veja o seu boneco depois de ele sair do palco

Em concerto, Mariza arranja jovens que vestiam calções muito curtos