in

Polícia ferido com tiro na cabeça é levado para a cirurgia e enfermeira observa-o a sussurrar “amo-te” para a esposa

Esta é a história de Matt Cooper, um polícia de 34 anos da Geórgia, nos EUA, que está a lutar para sobreviver após ter sido ferido com um tiro na cabeça.

No dia 3 de setembro, o agente recebeu um pedido de ajuda de um supermercado onde estava a decorrer um assalto e dirigiu-se para o local, onde foi baleado por um dos assaltantes.

Segundo o Departamento de Polícia de Covington, Cooper encontra-se “em estado grave com uma bala colocada perto da artéria carótida”.

Contudo, todos ficaram esperançosos quando, supostamente, eu disse “amo-te” à esposa. A enfermeira que estava de serviço e a tratar o polícia viu tudo, e perguntou-lhe se ele tinha acabado de dizer à mulher que a amava, ao que ele acenou que sim.

Matt está no departamento policial há 6 anos, sendo um veterano militar que já serviu no Iraque e Afeganistão, é casado e tem dois filhos pequenos.

Stacey Cotton, chefe da polícia de Covington, descreve Matt como um excelente profissional. Ele e os colegas, assim como a família de Matt, têm recebido muito apoio por parte da comunidade.

“O apoio da comunidade para este polícia e este departamento mostra que o público ama e cuida da polícia. Eles sabem que é um trabalho difícil e nem sempre somos tratados de forma justa. Um homem levantou-se para ir trabalhar hoje. A única coisa que ele fez foi ir trabalhar, assim como todos e cada um de vocês, levantar-se e ir trabalhar. E ficou seriamente ferido por fazer o seu trabalho”, disse o chefe, emocionado.

Entretanto, o departamento publicou informações sobre as formas de apoiar financeiramente a família de Matt, e continuam a atualizar a população relativamente à situação do oficial.

No dia 6 de setembro, informaram que Matt foi submetido a uma cirurgia bem-sucedida, que aliviou o inchaço, mas permanece em estado grave, ainda com a bala na artéria carótida.

“Nós não fazemos isto pelo dinheiro. Fazemos isto porque amamos a nossa profissão. Muitos de nós sentimos que somos protetores. O Matt é um desses protetores. Ele não só defende a nossa comunidade todos os dias, como também defendeu o nosso país no exterior”, lembrou Stacey Cotton.

Esperamos que Matt recupere muito rapidamente. PARTILHE!

Mulher de polícia toca na barriga de sem-abrigo grávida apenas para descobrir que é o filho deles que lá está

Homem de coração partido sussurra “não morras” ao ouvido do seu cavalo e é apanhado desprevenido pela reação do animal