Se vir um ornamento em forma de pickle na árvore de Natal de alguém, aqui está o seu significado

Os pepinos em conserva são frequentemente usados ​​como condimentos para hambúrgueres e cachorros-quentes, ou como lanches crocantes.

Embora sejam alimentos, em algumas partes do mundo, são usados ​​como… ornamentos de Natal! É verdade, esta tendência está a começar a espalhar-se…

As árvores de Natal já estão habituadas a ter seus ramos cheios de produtos alimentares – bengalas e biscoitos falsos. Mas esses doces são muito mais agradáveis ​​para os olhos do que um pickle pendurado! Então, porque é que alguém haveria de querer colocar um na sua árvore?

Bem, felizmente, não se trata de um pickle real, – maior parte das pessoas tem usado um de vidro, mas não é o material que importa e sim o significado por trás de tudo isso que contém a verdadeira magia.

Como a tradição antiga manda, você deve esconder um ornamento em forma de pickle em algum lugar nas profundezas dos ramos da árvore. Então, de acordo com a sabedoria da árvore de Natal, a primeira pessoa a encontrá-la receberá um presente ou um presente extra. Noutra versão da lenda, o que apanhar o pickle mais rápido será abençoado com um ano inteiro de boa sorte!

Foi relatado que a tradição de pickle de Natal começou na Alemanha, mas depois de muita pesquisa, é realmente considerada uma tradição americana, que nos foi trazida por interesses comerciais no final do século XIX.

Na década de 1890, a loja de departamentos de Woolworth importou decorações de árvore de Natal, incluindo ornamentos de pepino, da Alemanha. Depois de comercializarem as suas novas mercadorias brilhantes, as pessoas começaram a comprar os enfeites de árvores em massa.

Ano após ano, esses pickles importados tornaram-se um acessório permanente nas árvores de Natal de todos, e as pessoas começaram a associar a Alemanha com a história da boa sorte.

A origem da história da boa sorte é bastante obscura, mas pode ter começado nos dias da Guerra Civil Americana. Um soldado da União Bavarian-American com o nome de John C. Lower foi capturado por inimigos no Exército Confederado. Ele recebia muito poucas refeições, e estava a morrer de fome quando, na véspera de Natal, implorou ao captor por comida, mesmo que fosse um pepino ácido.

Com pena do pobre prisioneiro, e por ser Natal, o captor acedeu ao pedido. Depois de a guerra acabar e o soldado voltar para casa, ele passou a ver no pickle a razão de ter sobrevivido. A partir daí, todos os anos a sua família escondeu um pepino na árvore de Natal, para agradecer a sorte dele.

Já a última versão desta história tem como protagonista São Nicholas, um santo cristão histórico que era o bispo de Myra, agora Turquia. Quando ele soube que um comerciante malvado tinha raptado três meninos pequenos e colocado dentro de um barril de pepinos, ele rezou rapidamente pela sua libertação. Como a sua fé era tão pura, as orações foram respondidas. Quando St. Nick olhou para dentro do barril, os meninos estavam a salvo.

PARTILHE!

Esta menina de 6 anos acaba de ser eleita a criança mais bonita do mundo

Mãe diz adeus ao filho a morrer de cancro: então, ele diz 4 palavras que partem o seu coração