in

Um verdadeiro pai não é aquele que paga as contas, mas aquele que compreende que a família vem primeiro

Qualquer homem pode tornar-se pai. Qualquer homem pode criar vida. No entanto, é preciso alguém especial para nutrir, moldar e amar essa vida.

Um verdadeiro pai não é quem ganha dinheiro suficiente para comprar presentes caros para a esposa e os filhos ou os leva de férias de dez dias duas vezes por ano.

Um verdadeiro pai não é quem ganha dinheiro suficiente para enviar os seus filhos para estudar em escolas de elite.

Um verdadeiro pai é quem entende que a família deve vir sempre em primeiro lugar.

Um verdadeiro pai é aquele que está sempre lá para a sua família. Aquele que não abandona quando as coisas ficam difíceis. Aquele que não desiste dela e faz de tudo para a manter unida.

Um verdadeiro pai é aquele que está disposto a investir tempo e esforço na sua família, mesmo quando se sente cansado e que não está na sua zona de conforto.

Um pai verdadeiro e dedicado é aquele que está disposto a fazer concessões e sacrificar as suas próprias necessidades, desejos e até felicidade pelo bem da sua família. Que dá e passa aos seus filhos amor e apoio incondicional.

Um pai verdadeiro e bom é o que dá o exemplo de como as mulheres devem ser tratadas. Que trata as mulheres com respeito, bondade, generosidade e dignidade.

Um pai verdadeiro e amoroso é aquele que ensina aos seus filhos a importância das virtudes da bondade, paciência, honestidade e lealdade. Aquele que nunca seria apanhado a mentir ou a manipular a sua família ou outra pessoa. Aquele que ensina os seus filhos a construir relacionamentos baseados na confiança e respeito.

Um pai verdadeiro é aquele que ensina aos filhos o significado de um comportamento adequado e decente. Aquele que nunca seria apanhado a chamar aos seus filhos ou esposa de “inúteis”, “incompetentes”, “fracos” ou “estúpidos”. Aquele que nunca se permitiria perder a paciência de uma maneira que pudesse fazer a sua família sentir-se ameaçada.

Um pai verdadeiro e dedicado é aquele que coloca a sua família à frente de tudo, como a coisa mais valiosa na sua vida. Que sabe que não existe nenhum problema, discussão ou tentação mais importante que a sua família. Que sabe que não há amor maior e mais forte do que o amor que se pode sentir pela família.

Um pai verdadeiro e dedicado é aquele que serve como modelo e inspiração para a sua família. Aquele que incentiva os seus filhos a trabalhar em si mesmos e crescer pessoal e profissionalmente. Aquele que ensina os seus filhos a tornar-se a melhor versão deles mesmos.

Um verdadeiro pai é quem mostra à sua família como é a pura felicidade e alegria. Aquele que se sente mais contente quando sabe que os seus filhos são felizes.

Um pai verdadeiro é quem sabe quais são os cantores, desportos e hobbies favoritos e crenças dos seus filhos. Que sabe aquilo de que os filhos gostam, não gostam, sonham e desejam.

Um pai verdadeiro e carinhoso é aquele que nunca permite que os seus próprios problemas tirem a felicidade dos seus filhos. Aquele que, por mais insatisfeito que possa estar com a própria vida, nunca permite que isso faça os filhos sentir-se da mesma maneira ou mesmo culpados.

Um verdadeiro pai é aquele de quem os seus filhos podem dizer com orgulho o seguinte:

“Ele é o meu modelo, o meu melhor amigo, o meu mentor e o meu treinador. Ele é meu pai.”

De facto, ter esse tipo de pai é uma verdadeira bênção.

PARTILHE!

Conheça a história de Cynthia Stafford, a americana que ganhou a lotaria com a Lei da Atração!

O homem que abriu uma estrada para que os filhos pudessem ir à escola