Pai segura no telemóvel para tirar selfie quando a família começa a gritar ao ver alguém no banco de trás

Servir nas Forças Armadas não é apenas um sacrifício para o militar ou para a sua mulher – é também para as suas famílias. Os aniversários vão e vêm sem uma chamada, celebrações passam com um lugar vazio na mesa de jantar – um que não pode ser preenchido com nada a não ser o sorriso da pessoa ausente. As famílias dos nossos corajosos homens e mulheres uniformizados conhecem a dor de ter entes querido no exterior e não querer nada mais do que vê-los em casa nos EUA. Então, quando um fuzileiro naval teve a oportunidade de fazer uma pausa e visitar a sua família, ele foi a correr.

Rowan Richter, que ocupa o posto de lance corporal, sabia que queria servir o seu país a partir do momento em que se podia alistar. O pensamento de proteger a sua família enquanto participava em algumas das missões mais perigosas e secretas do mundo era mais do que atraente para o bravo adolescente. Mesmo que Rowan soubesse que estava destinado a ser um fuzileiro naval, os seus pais estavam nervosos sobre o bebé deles a embarcar em missões tão perigosas.

Estaria seguro numa carreira como essa? Apesar das suas próprias reservas sobre Rowan ser um soldado, do ponto de vista da segurança, eles apoiaram o seu filho e aplaudiram seu patriotismo. Meses passaram enquanto Rowan treinava e servia – na maioria das vezes a atualização aos pais era um breve telefonema quando tinha tempo. Era justo dizer que eles sentiam falta do filho mais do que qualquer outra coisa no mundo!

Sentindo o nervosismo dos seus pais (e precisando de um pouco de tempo em casa), Rowan planeou uma bela visita surpresa com a ajuda do seu pai! O momento em que a mãe entendeu quem estava à espreita na parte de trás da selfie é algo que eles vão recordar para o resto da vida.

Veja a grande surpresa abaixo e PARTILHE!

14 pessoas que contornaram as regras de modo genial

15 incríveis transformações que mostram que vale a pena esforçar-se