Os Pesquisadores Encontraram O Primeiro Sintoma Do Alzheimer E Não é A Perda De Memória

Sabia que a doença de Alzheimer vai aumentar com o tempo, havendo o risco de se tornar um flagelo social?

Infelizmente, ainda não há cura para este e outros tipos de demência, mas os investigadores estão determinados em descobrir o máximo possível sobre a patologia.

Entretanto, o máximo que se pode fazer é prevenir, e os médicos reforçam que não se devem negligenciar os primeiros sinais de alerta.

Relativamente a isso, uma equipa de cientistas descobriu aquele que pode ser um sintoma precoce da doença de Alzheimer, que não se trata da típica perda de memória.

O estudo feito na Universidade de Washington, em Saint Louis, nos EUA, contou com três grupos de voluntários: um de indivíduos saudáveis, outro de indivíduos em estágios iniciais de Alzheimer e o último de pacientes com a doença já bem estabelecida.

Aos três grupos foi proposto encontrar a saída de um labirinto, e como seria de esperar, o grupo saudável foi o que resolveu mais rapidamente o teste.

O resultado da investigação admite que a incapacidade ou capacidade reduzida de orientação pode ser um sinal de alerta bastante precoce da doença, que pode surgir ainda antes dos primeiros esquecimentos.

Claro que há pessoas que têm pouco sentido de orientação e são saudáveis, mas as que tinham boa orientação e a foram perdendo devem realizar testes.

De seguida, deixamos uma lista de alguns dos sintomas da doença de Alzheimer a que deve estar atento:

  • Esquecimento

Se notar uma crescente dificuldade em reter novas informações e lembrar-se das antigas, pode estar perante um caso de Alzheimer.

  • Indiferença

Alguém que sofra de Alzheimer pode começar a esquecer-se de coisas básicas como tomar banho, despir o pijama, lavar os dentes, razão pela qual muitas das pessoas afetadas por esta patologia se apresentam mais descuidadas.

  • Problemas de visão

Muitas das pessoas que estão em fase de desenvolvimento da doença de Alzheimer queixam-se de problemas de visão, que não são causados pelos olhos em si, mas pela área do cérebro que processa as imagens. Frequentemente, também ocorrem distorções na perceção das cores e profundidade das coisas.

  • Depressão

No estágio inicial da doença, os pacientes podem ficar bastante deprimidos, parando de fazer atividades físicas ou quaisquer outras que lhes dessem prazer. Para além disso, isolam-se das pessoas que lhes são mais queridas.

Caso algum dos seus familiares tenha estes sintomas, vá com ele a um especialista o mais depressa possível.

PARTILHE, é importante!

Mulher impediu 14 pessoas de cometer suicídio com bilhetes de ajuda

Menina em lágrimas ao conhecer o novo irmão, quando a mãe a surpreende ao dizer “há mais uma pessoa que devias conhecer”