in

Uma mulher apunhala um homem até à morte e fere outros dois ao apanhá-los a abusar da sua filha

Uma mulher, residente na África do Sul, esfaqueou mortalmente um predador sexual e deixou outros dois gravemente feridos após estes terem atacado a sua filha, e ficou a saber que não vai ser sujeita a nenhuma acusação criminal.

Na verdade, os promotores da Coroa comunicaram que não vão fazer nenhuma acusação contra a mulher, nem de homicídio nem de tentativas de assassinato.

A mulher, com 56 anos, ficou então conhecida de “Mamã do Leão”, pois correu a 3km de distância com uma faca com o objetivo de atacar os três homens depois de saber estes tinham abusado da sua filha.

Então, reconfortou a filha e a polícia veio prendê-la, mas a população manifestou-se intensamente a seu favor e criou uma campanha de angariação de fundos para cobrir as contas do advogado.

Entretanto, dois advogados ofereceram-se para ajudar a mulher de forma gratuita, e a Coroa acabou por abdicar das acusações pois não tinha a prova necessária para a sentenciar.

No entanto, os dois homens que sobreviveram ao ataque foram acusados de violação.

Qual a sua opinião? PARTILHE!

Patrão faz o impensável e divide 1,6 milhões de euros pelos trabalhadores

Pais casam no hospital para cumprir desejo da filha de 4 anos com cancro terminal