Menino autista leva microfone escondido para a escola – 1 dia depois, dois professores são demitidos

Milissa Davis estranhou bastante quando Camden, o filho de 12 anos, mudou de comportamento drasticamente de repente.

O menino era autista, e tinha dificuldades em comunicar, pelo que Milissa não conseguia chegar a nenhuma conclusão.

As suspeitas de que algo de errado se passava começaram quando o rapaz começou a fazer xixi na cama e se tornou violento em casa. Foi isso que levou a mãe a temer que ele estivesse a ser maltratado na escola mas não conseguisse verbalizar o que estava a acontecer.

Então, resolveu enviar Camden para a sua escola em Baton Rouge, Louisiana, com um microfone escondido na mochila. Mas nada a podia preparar para o que ia descobrir…

Nas gravações, era possível ouvir o rapaz a ser alvo de troça e intimidação por parte de dois dos seus professores.

“Estás só a escrever uma palavra. É assim tão difícil?”, disse um deles, que de seguida imitou Camden quando o mesmo se esforça para responder.

Milissa ficou incrédula ao ouvir aquilo. “Eu só queria chorar, gritar e fazer tudo o que podia porque era tão mau”, conta a mãe do rapaz.

Após publicar a sua descoberta nas redes sociais, esta espalhou-se bastante rápido e alguns canais de televisão chegaram a fazer reportagens sobre o caso.

Assim, os professores perderam os seus empregos, e a escola pediu as mais sinceras desculpas. Entretanto, Camden mudou para outra escola, e está melhor, embora ainda fique triste com as coisas que se passaram.

A comunidade local e pessoas por todo o mundo mostraram o seu apoio para com esta mãe indignada e o pobre filho. “Obrigado Baton Rouge por tudo o que fizeram. As pessoas veem que estas crianças precisam de ser protegidas e eu estava a proteger o meu filho porque sabia que as coisas estavam erradas”, escreveu Milissa.

Mãe de 5 filhos deu à luz gémeas e morreu uma hora depois

Mãe de 3 filhos tem o mesmo vizinho há 21 anos, mas tem uma visão horrível quando espreita para dentro da sua casa