Menino de 4 anos salva a vida dos seus irmãos de 4 meses

Robin Pownall, mãe de dois meninos, estava muito feliz por estar grávida de mais dois filhos, desta vez gémeos.

Santino e Giovanni nasceram no dia 14 de outubro de 2017, com 33 semanas, e embora fossem prematuros, tinham nascido perfeitos… ou pelo menos, parecia.

Logo depois do nascimento, os médicos descobriram que os bebés sofriam de uma condição rara chamada de granulomatosa crónica.

O sistema imunitário deles estava bastante comprometido, e o mais pequeno contratempo podia ser suficiente para os matar. Como a medula óssea de um indivíduo saudável é a melhor cura, eles iam entrar numa lista de doadores, mas antes os médicos fizeram testes à família à procura de alguém compatível.

Infelizmente, os pais não eram opção, e o mais chocante era que só Michael, o irmão de apenas 4 anos, podia salvar os pequenos de 4 meses.

Devido à idade de Michael, os pais hesitaram em recorrer a ele como doador. Como é que uma criança tão jovem ia compreender o que estava a acontecer?

“Nós fomos diretos: vai haver uma agulha grande a entrar nas tuas costas. Queres fazer isto? Se tiveres medo, não precisas”, contou Robin.

Contudo, em vez de ter medo, Michael estava muito entusiasmado por salvar a vida dos irmãos, e quando foi extrair a medula óssea estava bem-disposto.

Após o procedimento, isso manteve-se, e o pequeno até insistiu que as pequenas feridas nas costas não doíam e que sentia bem. A sensação de ajudar os irmãos bebés era mais forte que qualquer dor que pudesse sentir!

Atualmente, os pequenos gémeos Santino e Giovanni não têm vestígios da doença, graças ao corajoso irmão de 4 anos.

Assista à felicidade de Michael por ajudar os irmãos bebés no vídeo e PARTILHE!

Mãe grávida pergunta “está a brincar?” quando médico confirma a sua suspeita

Cantora nervosa sobre ao palco e deixa todos boquiabertos ao cantar a primeira nota